Jornal de Bairros – Zona Sul e Grande Tijuca

DENTISTA INFANTIL – A HIPOPLASIA NO DENTE DE LEITE

A hipoplasia do esmalte dental é definida como a formação deficiente ou incompleta da sua matriz orgânica no período em que o dente está sendo formado. Isso pode resultar na redução da espessura do esmalte, ou na sua quantidade.

Os dentes decíduos iniciam sua formação em quanto o bebe ainda está no útero e completam seu desenvolvimento algunsmeses após o nascimento da criança (no primeiro ano).

É nesteperíodo que se formam as hipoplasias na dentição decídua, e como o esmalte não é  remodelável, uma vez alterado, não será  possível sua regeneração espontânea.

As causas da hipoplasia são várias: prematuridade, genéticae hereditária, drogas e tabagismo na gestação, distúrbios metabólicos, falta de amamentação, entubação em UTIN, entre outros.

Ja clinicamente, os dentes com hipoplasia irão apresentar manchas, pontos e/ou fissuras, com depressões e perda de estrutura. A coloração varia de bege, marrom, podendo chegar a amarelo-escuro, comprometendo a estética do sorriso (principalmente se ocorrer nos incisivos).

Outras questões quando se tem hipoplasia é a sua relação com a cárie, já que existe uma predisposição, e à sensibilidade dentária. Assim como a maloclusão e problemas estéticos, o que pode gerar problemas de ordem psicológica e social,interferindo na qualidade de vida.

A odontopediatra está apta a fazer o diagnóstico diferencial entre os diversos defeitos do esmalte e dentina, através das suas diferentes características clínicas e causas, e dessa maneira,formular de forma eficaz o mais adequado plano de tratamento.

Dra. Thayse Brandi Odontopediatra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *