Decisão afirma que os dois já podem retornar ao trabalho nesta terça (3). Na semana passada, aconteceu uma briga generalizada no plenário do legislativo municipal. Justiça do RJ determina a volta de vereadores barrados à Câmara de Belford Roxo
A Justiça do Rio de Janeiro determinou a volta dos vereadores Eduardo Araújo (MDB-RJ) e Fabinho Varandão (MDB-RJ) à Câmara de Vereadores de Belford Roxo, na Baixada Fluminense. A decisão é da última segunda-feira (2).
Na semana passada, aconteceu uma briga generalizada pois os vereadores foram impedidos de participar da sessão.
A decisão é da juíza Teresa Pinto Coelho, da 1ª Vara Cível da comarca de Belford Roxo, e afirma que os dois já podem retornar ao trabalho nesta terça (3). A próxima votação na Câmara Municipal está prevista para acontecer às 11h.
LEIA MAIS:
Confusão na Câmara de Belford Roxo tem briga entre vereadores, homem armado e Esquadrão Antibombas
Traição, ameaças, espionagem: entenda a confusão da Câmara de Belford Roxo
Eduardo Araújo e Fabinho Varandão foram eleitos nas últimas eleições, mas estavam licenciados dos cargos pois atuavam como secretários da prefeitura. Eles contam que pediram exoneração dos cargos para voltar à Câmara de Vereadores, mas dizem que o prefeito do município, Waguinho, não aceitava o pedido.
No dia seguinte, os dois vereadores foram impedidos de participar da sessão. A justificativa apresentada foi que as exonerações ainda não tinham sido protocoladas pela prefeitura. A confusão se transformou em uma agressão física.
Fabinho Varandão e Eduardo Araújo deixaram seus cargos na Prefeitura de Belford Roxo
Reprodução TV Globo
Um vereador estava armado e a polícia investiga se um barulho ouvido durante a confusão seria um tiro.
Os dois vereadores impedidos foram até a delegacia e registraram um boletim de ocorrência.
Com a articulação de políticos para as próximas eleições municipais, o retorno de Araújo e Varandão representaria a perda da maioria no legislativo pelo prefeito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.