O motorista concedeu uma entrevista ao programa Encontro. Ele afirmou que lembra do atropelamento dia e noite, não consegue dormir e que sofre com crises de ansiedade. ‘Ainda carrego trauma vendo as imagens’, diz motorista que atropelou Kayky Brito sobre lembranças do acidente
Reprodução/ TV Globo
O motorista Diones da Silva afirmou, nesta quinta-feira (28), que está aliviado com a conclusão da Polícia Civil em arquivar a investigação que apurava o atropelamento do ator Kayky Brito, mas que pensa frequentemente no acidente e não gosta de ver as imagens daquela noite. Os investigadores mostraram que ele guiava o carro a uma velocidade média de 48 km/h no momento da colisão.
“Ainda carrego trauma vendo as imagens, um vídeo que eu nem gosto de ficar vendo. Eu relembro o momento, fica aquele looping. Eu lembro dia, noite e, de noite, às vezes não consigo dormir e tenho crise de ansiedade”, disse Diones.
O motorista concedeu uma entrevista ao programa Encontro. Ele afirma que soube sobre a decisão da Polícia Civil ao acordar na quarta-feira (27).
“Foi muito gratificante. Eu tinha convicção da minha inocência relacionada a tudo, mas aguardava a justiça tornar isso público”, afirmou o condutor.
O atropelamento do ator de Kayky Brito aconteceu no dia 2 de setembro, na Avenida Lúcio Costa, uma das mais movimentadas da Barra da Tijuca.
O delegado falou sobre os motivos que determinaram a decisão pelo arquivamento.
“Infelizmente não foi possível evitar a colisão, uma vez que o pedestre atravessou muito em cima do carro. O motorista ainda tentou fazer uma manobra evasiva, mas ele teve pouco tempo de reação e não conseguiu evitar o atropelamento. O condutor parou, solicitou o apoio do Corpo de Bombeiros, esperou o socorro da vítima, a chegada da Polícia Militar, veio até a 16 DP, se submeteu ao exame de alcoolemia, comprovando que não tinha consumido álcool ou qualquer entorpecente”, destacou Ângelo Lajes.
Trauma
Imagem de dentro do carro do motorista Diones Coelho da Silva, que atropelou Kayky Brito
Reprodução/TV Globo
O motorista agradeceu o carinho de todas as pessoas que se solidarizaram com ele após o acidente. Ele falou que a vaquinha que fez pela internet, que arrecadou mais de R$ 120 mil, vai ajudá-lo a recuperar a vida. Ele disse que o carro ainda está no reparo, mas possivelmente vai comprar outro automóvel, já que se sente traumatizado para entrar no mesmo. O resto ele pretende doar para instituições de caridade.
“Eu não consigo dirigir direito. Fica aquele trauma, aquele medo. Se você vê uma pessoa na calçada, fica aquele medo de atravessar na minha frente. Aí eu volto para casa”, contou Diones.
Ele contou que procurou um psicólogo para tratar a saúde mental.
“Eu não tenho a coragem, a vontade de sair para pegar o volante para poder dirigir”, afirmou.
Contato
Kayky Brito: vídeo de dentro do carro mostra reações do motorista após atropelamento
Diones contou que sempre foi fã do trabalho de Kayky, que sempre acompanhou nas novelas. Ele contou que mantém contato com a irmã do ator, a atriz Sthefany Brito, que passa notícias atualizadas.
“A mensagem que eu quero deixar para ele é que ele se recupere logo, saia dessa. No tempo de Deus, no tempo dele. Sem sequelas, sem nada. Tem um filhinho, uma família o esperando”.
Ele espera encontrá-lo pessoalmente quando ele estiver melhor.
Lembranças
Carro que atropelou Kayky Brito estava abaixo do limite de velocidade
Reprodução/ Instagram; Reprodução
Diones contou que aquela era a última corrida da noite e ele estava próximo do destino da passageira quando acabou atropelando o ator Kayky Brito.
“Era a minha última corrida, já da noite eu já estava indo embora, estava próxima ao destino de deixar a passageira quando, de repente, só vi uma pessoa já vindo correndo para o meio da pista. A minha reação, de imediato, foi jogar para a direita, para tenta tirar da pessoa. Foi inevitável que ele veio de encontro, então eu joguei para direita, mas não teve como fazer muita coisa”, afirmou o motorista.
Ele disse que não reconheceu Kayky imediatamente.
“Independente, se era famoso ou não, era uma vida, uma vida que estava ali. Então, me prontifiquei rapidamente a chamar o socorro, liguei para eles e expliquei o local. Falei e eles vieram rápido”, contou.
O laudo
O laudo de perícia produzido pelo Instituto Criminalista Carlos Éboli (ICCE) atestou que o condutor do Fiat Cronos, placa LVE 9B86, estava a menos de 10 metros do ator e a 0,73 segundo de distância de Kayky quando o artista iniciou a travessia na pista, correndo e saindo de trás de outro carro.
De acordo com os peritos, para ter um tempo hábil de reação e tentar evitar uma possível colisão, a distância inicial entre condutor e pedestre deveria ser de mais de 26 metros. Ou seja, mais do que o dobro.
“O laudo é esclarecedor, e não restam dúvidas. A distância entre carro e vítima no instante em que ele inicia a travessia, mesmo a uma velocidade abaixo da permitida, era insuficiente para que o motorista percebesse, reagisse e parasse o veículo sem impacto.”
O acidente
Câmera de segurança registrou acidente com ator Kayky Brito
Uma câmera de segurança da Avenida Lucio Costa, altura do número 4.700, na Barra da Tijuca, registrou o momento do acidente.
Nas imagens, a câmera marca o horário de 0h50, quando o ator volta do carro do amigo e também ator Bruno De Luca, com quem estava bebendo em um quiosque.
O vídeo mostra que Kayky sai correndo de trás de outro carro estacionado à esquerda, e o motorista ainda tenta desviar, mas atinge o ator.
Kayky foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros com traumatismo craniano e várias fraturas pelo corpo, e levado para o Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon, na Zona Sul do Rio. De lá, foi transferido para o Copa D’Or, onde segue em recuperação.
Esta reportagem está em atualização.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.