Jornal da Zona Sul e Zona Norte do Rio de Janeiro

Turismo – VEM PRA MONTANHA!

Nesta nova dica, uma viagem ou bate e volta nas vilas situadas nas montanhas: friozinho, tranquilidade, gastronomia e natureza.

Série Inverno Dos Cariocas

TEXTO: ANTONIO DA SILVA/ FERNANDO DE ANDRADE

FOTOS: LUCIANA DÁVILA

Na continuação da série Inverno dos Cariocas, nesta edição apresentamos a região de Visconde de Mauá, um dos melhores destinos para o carioca curtir o período de frio, que precisa ser aproveitado, pois passa rapidinho.

Em agradáveis vales sob as imponentes montanhas da Serra da Mantiqueira, no sul do estado, está localizado o distrito de Visconde de Mauá.

Mesmo situado em meio à natureza, o local possui ótima infraestrutura turística com restaurantes, hotéis, lojas de artesanato e passeios pela serra.

Mauá pertence ao município de Resende, porém faz divisa com Minas Gerais através do Rio Negro. Algumas pontes unem os dois estados. O local é dividido em três vilas: Mauá, Maringá e Maromba. A primeira possui mais residências e menos visitantes. Maringá, por sua vez, é a mais turística das três, pois possui grande quantidade de hotéis, pousadas, restaurantes e lojas espalhados pelo lado fluminense e pelo mineiro. Já Maromba, também oferece hospedagem, mas é mais conhecida por ser uma região com cachoeiras, trilhas e contato direto com a natureza.

QUEM FREQUENTA?

O distrito de Visconde de Mauá, no passado, foi frequentado por hippies e pessoas que buscavam um estilo de vida alternativo, porém, hoje é destino de casais e famílias, que buscam em suas terras o clima agradável da serra, bons restaurantes, sossego e ar puro. Em Maromba, ainda há o público jovem alternativo.

O QUE FAZER?

Os pratos mais consumidos nos restaurantes de Mauá são com o peixe símbolo da região, a truta. Ela é preparada de várias maneiras. Mas sua vasta rede gastronômica não se resume a isso. Há muitos restaurantes, inclusive de alta gastronomia internacional. Mas quem prefere aquela comida “caseira” também será atendido, com ótimos preços, o que é muito agradável e raro em regiões turísticas.

Também é possível alugar cavalos para passeios pela região. Há os mais curtos, feitos em poucas horas, e os mais longos, realizados em alguns dias e que proporcionam ao visitante conhecer municípios vizinhos. Também existem passeios de motos com quatro rodas, tour com guias e até aventuras mais radicais.

Um dos principais pontos de lazer da região é a cachoeira do Escorrega, localizada na Vila de Maromba. O nome da queda d’água é muito apropriado, pois a diversão dos visitantes é escorregar pela pedra.

Maringá possui muitas lojas de artesanato e o visitante praticamente se vê obrigado a levar alguma lembrança. No lado mineiro, há a interessante Casa das Velas. O visitante se surpreende com a quantidade de produtos fabricados somente com velas. Em Mauá há também a fábrica do Bolo Húngaro, saborosa iguaria artesanal produzida com açúcar mascavo, passas e outros ingredientes. A delícia é encontrada em mercados e lojas da região.

COMO CHEGAR:

Saindo do Rio de Janeiro, siga pela Via Dutra. Depois de Resende há uma saída à direita para Penedo e Visconde de Mauá. Todo trajeto até Mauá é asfaltado, porém a estrada é sinuosa e perigosa, principalmente em dias chuvosos e à noite. São apenas 200km da capital. Um detalhe que requer maior atenção é que na região ainda há estradas de terra e com muitos buracos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *