Jornal da Zona Sul e Zona Norte do Rio de Janeiro

Saúde – MÃE: VIA DE TRANSMISSÃO DA CÁRIE

.

A cárie dentária, embora evitável, continua sendo uma das doenças crônicas que mais acomete os seres humanos independente da idade, sexo ou grupo étnico. É de origem multifatorial apresentando um caráter infecto-contagioso.

A cárie é a descalcificação da porção inorgânica do dente, seguida de uma degradação da estrutura orgânica; essa descalcificação só é possível graças à ação de ácidos produzidos pelo metabolismo de certos microorganismos (streptococcus mutans) em presença de matéria-prima fermentável (restos de alimentos).

É neste momento que a mãe possui papel-chave na transmissão de colônias de streptococcus mutans e conseqüentemente, no processo carioso de seus filhos.

Os recém-nascidos não apresentam essa bactéria até seus primeiros dentinhos nascerem, pois é neles que as colônias de streptococcus vão se alojar. É neste período que a criança é infectada, geralmente pela mãe, quando esta dá beijinho na boca do bebê, sopra sua comida, “prova” a comida do bebê na mesma colher que dá a este seu alimento, ou seja, qualquer ato que aja contato saliva da mãe com a saliva do bebê é muito perigoso.

Portanto para nossos filhos não terem mais cárie temos que nos policiar e fazer a prevenção básica enquanto gestantes. Vá ao seu dentista durante o pré-natal, pois a prevenção começa em torno do segundo mês de gravidez. Fique por dentro!!!

Dra Renata Pescadinha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *