Dos 14 municípios que compõem a região, que faz divisa com Minas Gerais, apenas três possuem leitos de UTI para atender toda a região: Itaperuna (três vagas disponíveis), Bom Jesus de Itabapoana (cinco vagas disponíveis) e Miracema (sem vagas).

Por Redação, com Brasil de Fato e ACS – do Rio de Janeiro

Sete cidades do Estado do Rio de Janeiro não possuem mais vagas de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com covid-19. Entre elas, estão Barra do Piraí, Rio Bonito, Teresópolis, Maricá, Saquarema, Bom Jardim e Miracema. Outras duas cidades estão perto de atingir a capacidade máxima: Itaboraí e Bom Jesus de Itabapoana.

Outras duas cidades estão perto de atingir a capacidade máxima: Itaboraí e Bom Jesus de Itabapoana

As informações foram compiladas pelo jornal Extra a partir do Painel Covid-19 do governo do estado do Rio na quarta-feira.

Além das UTIs, nove cidades estão com leitos de enfermarias para covid lotadas: Rio Bonito, Valença, Cachoeiras de Macacu, Teresópolis, Nova Friburgo, Três Rios, Nova Iguaçu, Rio das Ostras e Cardoso Moreira. Para atendimento clínico, Volta Redonda está com 98% das vagas de enfermaria ocupadas.

Taxas de ocupação

As taxas de ocupação dos leitos de enfermaria e UTI são enviadas pelos próprios municípios diariamente ao governo estadual.

Ainda segundo o levantamento do jornal, a região do estado com a maior taxa de ocupação é a Noroeste, que na última terça-feira tinha 89% dos leitos de terapia intensiva ocupados.

Dos 14 municípios que compõem a região, que faz divisa com Minas Gerais, apenas três possuem leitos de UTI para atender toda a região: Itaperuna (três vagas disponíveis), Bom Jesus de Itabapoana (cinco vagas disponíveis) e Miracema (sem vagas).

Testagem no Maracanã

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) inaugurou nesta quinta-feira, dia 27, um megacentro de testagem para covid-19 no Maracanã, Zona Norte carioca. O agendamento on-line para as 5 mil vagas diárias já poderá ser realizado na quarta. Nos próximos dias, a capacidade de atendimento será ampliada para 6 mil testes diários. O funcionamento será de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

– A inauguração desse megacentro de testagem no Maracanã amplia a capacidade dos polos montados pelo Estado de testar as pessoas com sintomas leves de covid-19. Estamos trabalhando duro para atender da melhor forma a população. É importante que as pessoas se testem e cumpram o período de isolamento recomendado pela Secretaria de Saúde – disse o governador Cláudio Castro.

A entrada para o megacentro de testagem será pelo portão 9, com estacionamento disponível no portão 11.

Com as cinco mil vagas ofertadas neste centro, o Governo do Estado passa a oferecer diariamente 10.200 testes para a doença em 13 centros localizados na capital e Região Metropolitana, onde são realizados testes rápidos de antígeno. O resultado sai em cerca de 15 minutos.

Com a abertura do megacentro do Maracanã, o posto do Estádio de Atletismo Célio de Barros será desmobilizado.

O atendimento nos polos é realizado exclusivamente por agendamento on-line no link https://agendamentotestecovid.saude.rj.gov.br/cadastro-exame. Caso a pessoa não possa comparecer, o sistema oferece a opção de desmarcar o teste, reduzindo o número de faltosos.

Pacientes com sintomas moderados a graves, como febre acima de 37,5º e dificuldades respiratórias, devem procurar diretamente uma UPA ou emergência hospitalar para realização do teste e atendimento médico para avaliação do quadro de saúde. As 28 UPAs do estado também realizam atendimento e testes para casos moderados e graves da doença.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.