Jornal da Zona Sul e Zona Norte do Rio de Janeiro

Dose reforço da vacina da Covid para quem tem 50 anos ou mais passa a ser obrigatória no ‘passaporte da vacina’ do Rio


A nova regra também vale para adultos de até 49 anos e que tenham recebido a segunda dose há quatro meses ou mais. Saiba onde a comprovação de vacinação é obrigatória. Enfermeira prepara dose da vacina infantil da Pfizer contra a covid-19
Bruno Rocha/Enquadradar/Estadão Conteúdo
A Prefeitura do Rio de Janeiro ampliou nesta sexta-feira (14) a exigência do ‘passaporte da vacina’ no município. A partir de agora, todos com 50 anos ou mais deverão ter tomado a dose de reforço para frequentar ambientes controlados.
A nova regra também vale para adultos de até 49 anos e que tenham recebido a segunda dose há quatro meses ou mais.
Dose reforço da vacina da Covid para quem tem 50 anos ou mais passa a ser obrigatório no ‘passaporte da vacina’ do Rio
Divulgação
A nova determinação da Prefeitura do Rio também ampliou os locais onde é necessário a apresentação do comprovante de vacinação completo.
Passa a ser obrigatório a apresentação do comprovante em:
Hospedagem em hotéis, imóveis e acomodações de aluguel por temporada (inclusive por aplicativo);
Clientes sentados em áreas cobertas ou internas de bares, lanchonetes, restaurantes etc;
Acesso a salões de beleza, estética etc.
Onde o passaporte continua sendo exigido:
Academias de ginástica, piscinas, centros de treinamento e de condicionamento físico e clubes sociais;
Vilas olímpicas, estádios e ginásios esportivos;
Cinemas, teatros, salas de concerto, salões de jogos, circos, recreação infantil, pistas de patinação e atividades de entretenimento;
Visitação turística, museus, galerias e exposições de arte, aquário, parques de diversões, parques temáticos, parques aquáticos, apresentações e drive-in;
Conferências, convenções e feiras comerciais;
Entre outros.
A nova regra também vale para adultos de até 49 anos e que tenham recebido a segunda dose há quatro meses ou mais.
Divulgação
A comprovação pode ser feita com o certificado de vacinação digital na plataforma Conecte SUS ou com o comprovante/caderneta de vacinação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *