Até março, a corporação realiza a Operação Verão 2021/2022, com um reforço das ações de prevenção e salvamento marítimo em todo o Estado, já que, nesta época, há aumento da frequência de banhistas e do tráfego de embarcações em praias.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

O Corpo de Bombeiros fez 632 resgates nas praias do estado do Rio de Janeiro no primeiro fim de semana do verão. A maior parte ocorreu na área do Grupamento Marítimo de Copacabana, na zona sul da cidade do Rio, que resgatou mais de 200 pessoas.

Corporação ajudou 100 crianças perdidas a reencontrar os responsáveis

Além disso, os bombeiros ajudaram 100 crianças perdidas na orla fluminense a reencontrar seus responsáveis.

Até março, a corporação realiza a Operação Verão 2021/2022, com um reforço das ações de prevenção e salvamento marítimo em todo o Estado, já que, nesta época, há aumento da frequência de banhistas e do tráfego de embarcações em praias.

Corpo de Bombeiros 

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) inaugurou em Petrópolis, na Região Serrana, o Polo Histórico e Cultural – Cidade Imperial. O espaço vai abrigar a viatura Auto-Bomba Merryweather London Fire 1927, única no país e fabricada na Inglaterra há 94 anos. O objetivo da corporação é resgatar e preservar a história do Corpo de Bombeiros e popularizar a cultura na cidade e no estado.

O espaço cultural fica no quartel de Petrópolis (15º GBM) e fica aberto para visitação de terça a quinta-feira, das 10h às 16h; e aos sábados, das 10h às 15h. A entrada é franca, e a unidade fica na Avenida Barão do Rio Branco, 1.957, no Retiro.

O secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral da corporação, coronel Leandro Monteiro, foi o anfitrião do evento, recebendo autoridades da cidade e militares de diversos quartéis. A celebração foi marcada por homenagens às personalidades da cidade e bombeiros que fazem a diferença na instituição.

O veículo, que possuía motor com dupla função (tração e acionamento da bomba de incêndio), foi adquirido pelo Quartel de Petrópolis em 1946, um grande avanço para a época. Outros itens do Centro Histórico do CBMERJ, que fica na capital, vão também, de forma itinerante, compor o polo.

A relíquia histórica foi o primeiro veículo de combate a incêndio de Petrópolis. Chegou a ficar exposta no Museu Imperial, por sua condição rara e função efetiva para a população da época. Foi tombada pelo município em 2018 e doada ao CBMERJ. A partir daí, ela foi restaurada pelos militares, como manifestação genuína da cultura e das tradições do CBMERJ e, hoje, está pronta para, em exposição, homenagear, em memória, todos os civis resgatados e militares que a tripularam e a conduziram.

Para o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Leandro Monteiro, restaurar uma relíquia como essa foi um desafio importante. Motivo de orgulho para a instituição.

– Fiz questão de apoiar este projeto de restauração. Esta viatura realizou inúmeros salvamentos e combates a incêndios. Em um período em que os recursos e a mão de obra eram escassos, esse carro era uma necessidade inadiável, como disse um jornal da cidade em 1946. Isso aqui é um sonho realizado para nossa corporação, para a cidade e para o estado. É o posto avançado do nosso museu que fica no Quartel Central, podemos chamar assim – orgulhou-se o coronel Leandro.

Para o coronel Ramon Camilo, que esteve à frente do projeto de restauração, fazer parte dessa iniciativa é algo transcendente e inusitado.

– Estamos honrando as vítimas atendidas no passado nesta viatura: todos os bombeiros que ali foram transportados e operaram o equipamento – contou o coronel Camilo, dizendo que foram 11 meses de dedicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *