As investigações apuram a participação direta ou indireta de milicianos que atuam naquela região. Agentes também cumpriram um mandado de busca e apreensão na casa do responsável, em Icaraí, na cidade de Niterói.

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro

Policiais civis da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) realizaram, nesta quarta-feira, uma ação de repressão ao parcelamento irregular de solo urbano e construções clandestinas na Estrada da Represa, em Campo Grande, Zona Oeste do Rio. A operação faz parte da Força-Tarefa criada pela Polícia Civil para combater as milícias. Um empreendimento avaliado em R$ 3,5 milhões foi interditado.

Polícia Civil realiza operação contra construções clandestinas da milícia em Campo Grande

As investigações apuram a participação direta ou indireta de milicianos que atuam naquela região. Agentes também cumpriram um mandado de busca e apreensão na casa do responsável, em Icaraí, na cidade de Niterói. No loca​l​, foram apreendidos documentos do empreendimento, notebooks, pen-drive e celulares. A ação é um desdobramento de uma operação realizada em novembro deste ano que prendeu 10 pessoas.

As investigações continuam para identificar todos os responsáveis pelo empreendimento irregular.​

Receptador de celular é preso

Policiais civis da 52ª DP (Nova Iguaçu) prenderam em flagrante, na terça-feira, um homem acusado de receptação. Ele estava com um telefone celular que havia sido furtado. Após o registro da ocorrência, a equipe da delegacia passou a acompanhar o aparelho e identificou quando passou a ser usado com uma nova linha. Foi feito um contato com o usuário, por meio de mensagem, solicitando que ele entregasse o telefone na 52ª DP.

Como o indivíduo não compareceu à unidade, mesmo após ser comprovado de forma inequívoca que recebeu e leu a mensagem, foi realizada diligência para recuperar o telefone e, por conseguinte, prendê-lo. Ele foi localizado em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio.

Ao longo de 2021, a 52ª DP conseguiu recuperar 166 aparelhos de telefone celular roubados ou furtados. A unidade conta com um setor especializado neste tipo de trabalho, com uma metodologia própria desenvolvida pela delagacia. O valor total estimado dos aparelhos que voltaram para seus verdadeiros donos é de R$ 300 mil.

De acordo com o titular da unidade, delegado Celso Gustavo Castello Ribeiro, a mensagem enviada pela equipa da 52ª DP orienta que a pessoa procure a delegacia, em até 24 horas, com a nota fiscal que comprove a aquisição lícita do equipamento.

– Quem não devolver o aparelho corre o risco de ser preso em flagrante pelo crime de receptação. Todos os celulares recuperados são devolvidos aos donos. A veracidade da mensagem pode ser confirmada por meio das redes sociais da Polícia Civil. Nós não marcamos encontros em lugares públicos, como praças e shopping centers. A pessoa é chamada para comparecer à própria delegacia, o que dá legitimidade ao aviso – explicou o delegado.

Para evitar estar envolvido neste tipo de situação, é fundamental sempre verificar a procedência dos aparelhos que deseja comprar, procurar lojas e sites com boa reputação e exigir nota fiscal.

Para conscientizar a população sobre os perigos envolvidos neste tipo de crime, o Departamento-Geral de Polícia da Baixada (DGPB) promoveu uma campanha este ano. Um material informativo foi produzido, alertando para o risco de comprar bens roubados, e distribuído por diversos pontos, inclusive por ônibus que trafegam em municípios da Baixada Fluminense e em bairros das zonas Norte e Oeste e na região central da capital. O matéria destacava que “Receptação é crime e pode ter custado a vida de alguém”.

Homem é preso com 30 mil papelotes de cocaína

Agentes da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) prenderam, na terça-feira, um homem com 30 mil papelotes de cocaína. O criminoso foi capturado próximo a Vila Vintém, Zona Oeste da cidade.

As investigações apontam que o traficante mantinha as drogas guardadas em uma casa alugada e depois fazia remessas para locais de venda de entorpecentes no interior daquela comunidade. Ele foi localizado após monitoramento de inteligência que tem como objetivo desarticular traficantes de armas e drogas naquela região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *