Jornal da Zona Sul e Zona Norte do Rio de Janeiro

Pacientes oncológicos denunciam fechamento de setor torácico no Hospital do Andaraí

Pacientes afirmam que mesmo aqueles já estão em tratamento estão sendo reencaminhados de volta para o Sisreg. Hospital nega. Pacientes se queixam de falta de atendimento em cirurgia torácica no Hospital do Andaraí
Pacientes oncológicos do Hospital do Andaraí, na Zona Norte do Rio, vêm sofrendo com a falta de atendimento no hospital. Segundo eles, a unidade de saúde teve o setor de cirurgia torácica fechado. Mesmo pessoas que já estão em tratamento afirmam que estão sendo orientadas a procurar uma unidade básica de saúde e voltar pra fila do Sisreg.
Solange Cordeiro é uma das pacientes que vem sofrendo com a situação. Ela luta contra um câncer desde 2018 e faz o tratamento no Hospital do Andaraí. Sem tratamento, ela pode ter que voltar para o Sistema de Regulação.
“Ano passado, eles começaram a acabar com o sistema da torácica, eram 12 médicos, passaram a ser dois médicos. Tenho informações de que a área torácica foi fechada. Não tem mais leito. Esses pacientes que são da torácica não sabem para onde vão. Eu acho que é responsabilidade do hospital, se nós estamos dentro de uma unidade federal, são pacientes oncológicos de lá, eles têm que encaminhar a gente pra outro hospital. Mandam a gente voltar pra Clínica da Família”, conta a paciente.
Uma funcionária da unidade que preferiu não se identificar confirmou a informação de fechamento.
“A última notícia que eu tive agora do pessoal do Conselho Gestor é que fecharam a cirurgia torácica e os pacientes que têm câncer, por exemplo, de mediastino, estão todos eles retornando para o Sisreg e isso está causando uma coisa horrível no emocional de cada um deles”, disse a funcionária.
O hospital federal vive uma situação crítica e, em maio, teve a emergência fechada. A unidade também sofre com a falta de profissionais, medicamentos e insumos básicos, como soro e sabonete.
Apesar das denúncias e relatos, em nota ao RJ2, o Hospital do Andaraí afirmou que os serviços de cirurgia torácica continuam acontecendo normalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *