De acordo com o Corpo de Bombeiros, quatro pessoas estavam no local. Três mulheres (dois adultos e uma criança) foram resgatadas com vida e levadas para os hospitais Souza Aguiar e Salgado Filho. Um homem morreu, vítima do desabamento.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Uma criança de quatro anos e uma mulher de 25 anos, vítimas de um desabamento na comunidade do Salgueiro, no Rio de Janeiro, continuam internadas. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ambas apresentam quadro de saúde estável.Os nomes das vítimas ainda não foram divulgados.

Dois feridos em desabamento no Rio seguem internados

Outra mulher adulta, que também ficou ferida, recebeu alta do Hospital Municipal Salgado Filho na madrugada desta quinta-feira, de acordo com a secretaria.

O desabamento

Uma casa de três andares desabou na noite de quarta-feira na comunidade do Salgueiro, na Tijuca, Zona Norte do Rio, deixando um morto e três feridos.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, quatro pessoas estavam no local. Três mulheres (dois adultos e uma criança) foram resgatadas com vida e levadas para os hospitais Souza Aguiar e Salgado Filho. Um homem morreu, vítima do desabamento.

Técnicos  da Defesa Civil municipal vistoriaram o local e verificaram que os imóveis vizinhos não sofreram abalos. Após a estabilização do terreno, técnicos da Secretaria de Conservação e da  Companhia de Limpeza Urbana (Comlurb) vão trabalhar na retirada dos escombros e limpeza do terreno.

De acordo com a prefeitura do Rio, uma equipe da Secretaria de Assistência Social está dando  assistência aos moradores. Oito pessoas moravam no local. Foi ofertado acolhimento em abrigos do município, mas as pessoas preferiram ficar na casa de parentes.

A  prefeitura vai oferecer Aluguel Social e insumos emergenciais. Equipes da Defesa Civil, da Secretária de Assistencial Social e da Subprefeitura da Tijuca  permanecem na região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.