O criminoso foi capturado em Santa Cruz da Serra, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Contra ele foi cumprido um mandado de prisão preventiva pelo crime de tortura. As investigações apontam que, além de mandar torturar a vítima, ele determinou que traficantes e usuários de drogas a levassem até a delegacia.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

Policiais civis da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam, na quinta-feira , o gerente de carga do tráfico de drogas da comunidade Castelar, em Belford Roxo, conhecido como “Petróleo”. Ele também é acusado de mandar torturar um morador falsamente apontado como responsável pelo desaparecimento dos meninos Lucas Matheus, Alexandre da Silva e Fernando Henrique, ocorrido em dezembro do ano passado.

Polícia Civil prende gerente de carga do tráfico de drogas da comunidade Castelar, em Belford Roxo

O criminoso foi capturado em Santa Cruz da Serra, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Contra ele foi cumprido um mandado de prisão preventiva pelo crime de tortura. As investigações apontam que, além de mandar torturar a vítima, ele determinou que traficantes e usuários de drogas a levassem até a delegacia, onde incentivaram que moradores fizessem uma violenta manifestação e ordenaram que um ônibus fosse incendiado.

“Petróleo” tem três anotações criminais por tráfico de drogas e uma por porte ilegal de arma de fogo. Ele havia fugido da comunidade por estar jurado de morte pela cúpula da facção criminosa que domina a localidade.

Facção criminosa

Policiais civis da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC), em colaboração com a Delegacia Regional da Polícia Civil de Ji-Paraná, de Rondônia, prenderam, na manhã desta sexta-feira, uma mulher que integra a principal facção de tráfico de drogas daquele estado. A criminosa foi capturada em um condomínio perto do Morro de São Carlos, no bairro Rio Comprido.

Durante a operação, os agentes apreenderam dois notebooks, dois aparelhos de telefone celular e um caderno de anotações. Contra ela foi cumprido um mandado de prisão temporária e de busca e apreensão domiciliar.

A ação faz parte da “Operação Simbiose”, cujo objetivo é cumprir 62 ordens judiciais de medidas cautelares contra 25 pessoas nos estados de Rondônia, Pará e Rio de Janeiro. De acordo com as investigações, a organização criminosa possui diversos núcleos e conta com advogados e outros integrantes de uma grande facção criminosa que atuam no tráfico de drogas.

Feminicídio

Policiais civis da 29ª DP (Madureira) prenderam, na quarta-feira, um homem, de 30 anos, acusado de tentativa de feminicídio. O crime aconteceu em 2014, no interior de um bar em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio. Ele foi capturado no bairro Cosmos, após cruzamento de informações de inteligência.

Segundo os agentes, a vítima foi atacada no estabelecimento comercial onde trabalhava. Na ocasião do crime, ela foi trancada no banheiro pelo autor, que ateou fogo utilizando substância inflamável. A mulher teve cerca de 30% do corpo atingido com queimaduras de terceiro grau.

Contra o acusado foi cumprido mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça. O criminoso foi encaminhado ao sistema prisional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *