Até o último sábado, o hospital de Acari, que se tornou referência da cidade para o tratamento da covid-19, tinha 218 pacientes com a doença. Destes, 206 não estão vacinados e os outros 12 tomaram apenas a primeira dose da vacina.

Por Redação, com Brasil de Fato – do Rio de Janeiro

Um levantamento realizado pela Secretaria municipal de Saúde do Rio mostra que 94,5% dos pacientes internados com covid-19 no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari, na Zona Norte da capital fluminense, não se vacinaram contra a doença causada pelo novo coronavírus. Os dados mostram a eficácia e a necessidade da imunização na população.

Dados mostram a eficácia e a necessidade da imunização na população

Até o último sábado, o hospital de Acari, que se tornou referência da cidade para o tratamento da covid-19, tinha 218 pacientes com a doença. Destes, 206 não estão vacinados e os outros 12 tomaram apenas a primeira dose da vacina.

Até a noite da última quinta-feira, 5.757.150 pessoas haviam tomado a primeira dose da vacina contra a covid-19. Com o esquema vacinal completo (duas doses ou dose única), já são 4.465.338 pessoas, o que representa uma cobertura de 66,2% da população total e de 84,6% da população adulta (a partir de 18 anos).

Doses de reforço em idosos

As doses de reforço em idosos e pessoas com alto grau de imunossupressão somam 688.437 aplicações até agora.

O último boletim epidemiológico do município mostra que, desde março de 2020, o Rio soma 490.173 casos de covid-19, com 34.984 óbitos. Em 2021, são 273.704 casos e 15.890 mortes. A taxa de letalidade deste ano está em 5,8%, contra 8,8% em 2020; e a de mortalidade, em 238,5 a cada 100 mil habitantes, contra 286,6/100 mil no ano passado.

Na sexta-feira, a prefeitura do Rio informou que, diante da melhora do cenário epidemiológico na cidade, criou um novo parâmetro no mapa de risco para transmissão da covid-19: o risco baixo, classificação em que todo o município está, como apresentou a 43ª edição do boletim. Todas as 33 regiões administrativas do município estão atualmente no estágio de atenção de risco baixo.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.