Foram substituídas 1.420 luminárias por lâmpadas de LED, em toda a extensão, num investimento de R$ 6.593.104,06. A nova iluminação, além de muito econômica, proporciona mais segurança à população e aos motoristas que trafegam diariamente pela via.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

O Governo do Estado, por meio da Secretaria das Cidades, promoveu a revitalização e a complementação do sistema de iluminação de LED na Avenida Governador Leonel Moura Brizola, antiga Presidente Kennedy, na RJ-101. O trecho, que abrange o primeiro e segundo distritos de Duque de Caxias, tem 15,4 quilômetros de extensão e é uma das principais estradas da Baixada Fluminense. Além de cortar o município de Belford Roxo, a via liga Duque de Caxias ao Rio de Janeiro, pelo bairro de Vigário Geral, na Zona Norte carioca.

Estado investe na iluminação de via

Foram substituídas 1.420 luminárias por lâmpadas de LED, em toda a extensão, num investimento de R$ 6.593.104,06. A nova iluminação, além de muito econômica, proporciona mais segurança à população e aos motoristas que trafegam diariamente pela via.

– A Secretaria das Cidades trabalha sempre pelo desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida nos municípios. Nosso compromisso é contribuir para o bem-estar e segurança dos usuários – afirmou o secretário estadual das Cidades, Uruan Andrade.

Já o prefeito Washington Reis comemorou a iniciativa:

– A troca do sistema de iluminação proporciona mais segurança para população e economia. Além dos pedestres, a iluminação LED beneficia também os motoristas, reduzindo o número de acidentes.

Cedae

A Cedae está se preparando para o verão 2021-2022. Nesta quarta-feira,, das 7h às 22h, a Companhia fará a manutenção preventiva do Sistema Imunana-Laranjal, que abastece cerca de dois milhões de pessoas pelas Estações de Tratamento de Água (ETA) de Laranjal, Porto das Caixas, Manilha e Marambaia. O serviço mobilizará cerca de 90 profissionais entre engenheiros, eletricistas, mecânicos, agentes de saneamento, além de 16 veículos. A ação é fundamental para possibilitar reparos e correções necessárias no sistema, como a substituição de equipamentos e a limpeza das estruturas e instalações.

– É como a revisão do carro antes de uma longa viagem. O verão é o momento em que temos a maior demanda, com a mesma produção, e não podemos falhar. Não se pode trocar o pneu do carro com o veículo em movimento. Então, uma vez por ano, a Companhia faz a parada de manutenção preventiva para troca de peças, substituição de válvulas, verificação das estruturas elétricas, das baterias de nobreak de proteção do sistema e demais equipamentos – descreve o diretor de Saneamento e Grande Operação da Cedae, Daniel Okumura.

O sistema precisará ser desligado durante a operação, interrompendo temporariamente o fornecimento de água para os municípios de Itaboraí, São Gonçalo, Niterói, parte de Maricá, além da Ilha de Paquetá, que fica na capital. O abastecimento será retomado após a conclusão da manutenção, mas em alguns pontos das cidades, como ruas elevadas, o fornecimento poderá levar até 48 horas para normalizar.

A Cedae organizou esquema especial para atender os hospitais, unidades do Corpo de Bombeiros, escolas e demais serviços essenciais com carros-pipa durante o período de abrangência da manutenção preventiva.

A Companhia recomenda aos clientes que reservem água para o período, adiando tarefas não essenciais que exijam grande consumo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *