A vacinação de pessoas de 24 anos foi retomada nesta sexta-feira após a chegada de 150 mil doses de imunizantes para a capital. Para manter a organização, a Secretaria Municipal de Saúde pede que as mulheres procurem os postos na parte da manhã e os homens à tarde.

Por Redação, com Brasil de Fato – do Rio de Janeiro

“Agradeço ao governo federal. Eles que compram, eles que pagam, eles adquiriram. Palmas para eles todos, estou feliz da vida. Mas entreguem a porcaria da vacina”. A fala do prefeito Eduardo Paes (PSD) nesta sexta-feira ocorre após a cidade precisar suspender o calendário de vacinação contra a covid-19 por dois dias devido ao atraso na entrega da remessa de imunizantes pelo Ministério da Saúde.

Paes destacou que uma “operação de guerra” deveria ser montada para a distribuição da vacina

De acordo o jornal O Dia, a capital fluminense vive um momento delicado por conta do avanço da circulação da variante Delta. Até o momento, 70 casos de contaminação foram confirmados. Paes chegou a admitir que o Rio de Janeiro é atualmente o epicentro da pandemia no Brasil.

– Nesse momento o lugar com mais casos em crescimento no Brasil é o Rio de Janeiro. Graças a Deus, isso não está se transformando em óbitos, porque temos estrutura e avançamos na vacinação. Mas o epicentro da pandemia nesse momento, em número de casos, é o Rio – disse o prefeito.

“Operação de guerra”

Ainda segundo a reportagem, Paes destacou que uma “operação de guerra” deveria ser montada para a distribuição da vacina, o prefeito não entende o motivo dos atrasos recorrentes.

– Não acho que seja aceitável que a gente viva essa situação e que não tenhamos uma operação de guerra montada. Não consigo entender, é uma logística que me parece relativamente simples. Eu tenho que distribuir para 290 lugares (postos de vacinação e clínicas da família da cidade). O estado tem que distribuir para 92 municípios. O governo federal tem que mandar voo para 26 estados. Não dá pra entender o que se faz para esta logística ser tão complicada. Os aviões da FAB (Força Aérea Brasileira) tinham que estar de prontidão. Se tem burocracia da Anvisa, acelerem a burocracia da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)”, desabafou.

A vacinação de pessoas de 24 anos foi retomada nesta sexta-feira após a chegada de 150 mil doses de imunizantes para a capital. Para manter a organização, a Secretaria Municipal de Saúde pede que as mulheres procurem os postos na parte da manhã e os homens à tarde.

O Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que a liberação das doses depende da Anvisa. Quinta-feira, o Ministério da Saúde admitiu que 9,5 milhões de doses estão estocadas no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.