Jornal da Zona Sul e Zona Norte do Rio de Janeiro

Suspeita de golpe em venda de cotas de empresa de aluguel de carros é investigada no Rio

Rafael Alves é apontado como o empresário responsável pelo negócio e já foi denunciado por 37 pessoas. Vítimas afirmam que ele prometia retorno rápido e chegaram a investir R$ 100 mil. Trinta e sete pessoas que investiram em compra de cotas de uma suposta empresa de aluguel de veículos afirmam que foram vítimas de um golpe. Elas receberam a promessa de que teriam retorno rápido, mas não viram o dinheiro de volta. Um casal chegou a investir R$ 100 mil.
O empresário que fazia as propostas é Rafael Alves. Os denunciantes afirmam que ele faz essa proposta há pelo menos quatro anos.
O militar André Gonçalves diz que foi procurado e passou a se comunicar com o empresário pelo WhatsApp. Em um áudio, Rafael Alves diz como seria a negociação.
“Nenhuma corretora, nenhuma, nenhuma, vai te dar quase 10% de retorno por mês. Por isso que eu, hoje, eu invisto em carros pelos aplicativos que estão em alta, e a projeção é até 2038. Lugar nenhum você vai botar uma cota mínima de R$ 25 mil e vai ganhar, já a partir do próximo mês, R$ 2.200,00, quase 10%, entendeu? É uma renda”, afirma.
A advogada Jacymnara Lobo viu o anúncio de Rafael na internet. Ele dizia ter oito carros e poucos cotistas. O empresário compraria uma frota de carros para alugar e daria o dinheiro para os cotistas mensalmente.
Mas Jacymara teve os pagamentos atrasados e achou que tinha caído em um golpe. A Polícia Civil fiz que enviou o inquérito do caso para o Ministério Público em fevereiro.
“Eu vi que era um golpe porque ele está me devendo, todo mundo. O Rafael deve mais de R$ 3 milhões no mercado. Ele tem um registro de ocorrência de R$ 1 milhão. O registro de ocorrência já está com a juíza, eu sempre me pergunto porque o Rafael não está preso”.
Ele foi intimado a prestar esclarecimentos. O RJ1 tentou localizá-lo em quatro números de celular diferentes, mas todos estavam desligados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *