Policiais civis da 14ª DP (Leblon) prenderam três pessoas em flagrante e apreenderam um adolescente que integravam uma organização criminosa que furtava apartamentos na Zona Sul da capital. 

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

Policiais civis da 14ª DP (Leblon) prenderam três pessoas em flagrante e apreenderam um adolescente que integravam uma organização criminosa que furtava apartamentos na Zona Sul da capital. A quadrilha é do Estado de São Paulo e foi capturada quando retornava para sua terra de origem.
Polícia Civil desarticula quadrilha que furtava apartamentos
Segundo os agentes, os criminosos furtavam dinheiro, joias, relógios de luxo e demais bens de valor das vítimas. Após levantamento de informações e investigações, a equipe da 14ª DP apurou que os integrantes da organização estariam em um veículo retornando para São Paulo.
Os policiais monitoraram os criminosos e desencadearam a operação. O automóvel foi identificado e interceptado, e os acusados acabaram presos.

A quadrilha

A quadrilha estava com uma chave de fenda e um alicate de pressão, instrumentos utilizados para arrombar as portas dos apartamentos. Por meio de imagens de segurança, os investigadores também descobriram que os bandidos participaram de um furto em uma residência, em Ipanema, ocorrido no dia 4 de junho deste ano.
Os integrantes da quadrilha foram encaminhados para o sistema prisional e ficarão à disposição da Justiça.

Programa Bairro Seguro

O governador Cláudio Castro lançou na segunda-feira, dia 14, o programa de policiamento de proximidade Bairro Seguro, que vai atuar durante 24 horas. Nessa primeira fase, 28 locais estão sendo contemplados nas zonas Norte, Sul e Oeste da capital e na Região Metropolitana. No Bairro Seguro, policiais militares capacitados trabalharão mais próximos da população, criando laços de confiança com a comunidade. O foco é a prevenção dos principais delitos, aumentando a sensação de segurança.

–  O Bairro Seguro faz parte de uma política de segurança pública que o Estado do Rio vem desenhando com as secretarias de Polícia Militar e Polícia Civil, dando um caráter técnico. É policiamento de proximidade, com o policial mais perto da população, com ronda em bairro e os moradores se sentindo seguros perto de casa. A ideia do Bairro Seguro é essa: a nossa casa segura. Não tenho dúvida de que será um programa de sucesso – destacou o governador Cláudio Castro durante a cerimônia que marcou o lançamento do programa, no Quartel General da Polícia Militar, no Centro da capital fluminense.

–  Esse programa foi concebido com muito carinho para ter sucesso nos bairros em que fomos criados. O Bairro Seguro conta com policiais preparados que estão a distância de um simples telefonema – acrescentou o secretário de Polícia Militar, coronel Rogério Figueredo.

Nessa primeira fase, 392 policiais militares e 84 viaturas serão utilizados no patrulhamento. Cada equipe tem um telefone celular funcional para agilizar o acesso e a proximidade com os moradores de forma institucionalizada e transparente. As estruturas já existentes, como radiopatrulhas e cabines, continuarão a funcionar na região, aumentando o policiamento.

– Para nós, o programa Bairro Seguro é sinônimo de tranquilidade – atesta Renata de Almeida, presidente da Associação de Moradores Jardim Sulacap, bairro da Zona Oeste carioca, onde foi desenvolvido um projeto-piloto desde novembro.

– As famílias se sentem muito mais seguras – confirma o servidor público federal Luciano Dias da Silva, 40, morador de um condomínio na Avenida Embaixador Abelardo Bueno, na Barra da Tijuca.

Na primeira fase do programa, estão sendo contemplados os seguintes locais: Cachambi, Cascadura/Quintino, Osvaldo Cruz/Campinho, Sulacap, Realengo, Padre Miguel, Bangu, Magalhães Bastos/Mallet, Penha, Olaria, Jardim Guanabara, Portuguesa, Ramos, Campo Grande I , Campo Grande II, Pavuna, Vila da Penha, Urca, Abelardo Bueno, Leme,  São Conrado, Barra da Tijuca, Américas, Marapendi, Itanhangá, Vargem Pequena e Vargem Grande e Itapuaçu (Maricá).

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.