Um homem de 35 anos, acusado de crimes de estupro de menores e de armazenar vídeos de sexo com crianças, foi preso em flagrante por policiais civis da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima do Rio de Janeiro. 

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Um homem de 35 anos, acusado de crimes de estupro de menores e de armazenar vídeos de sexo com crianças, foi preso em flagrante por policiais civis da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima do Rio de Janeiro. 

Polícia prende no Rio acusado de estuprar crianças

As investigações indicaram que o acusado atraía as vítimas, entre oito e dez anos, para o seu refúgio, na comunidade Dona Marta, em Botafogo, na zona sul do Rio. Lá, segundo a polícia, ele filmava os abusos com um celular e divulgava os vídeos.

A prisão ocorreu na terça-feira depois de um trabalho de inteligência e de compartilhamento de informações com a Polícia Federal. O homem, cuja identidade ainda não foi divulgada, confessou os abusos após ser capturado.

As investigações da polícia apontaram ainda que o preso tinha um mandado de prisão em aberto em São Paulo por tentativa de feminicídio contra a sua ex-companheira. Segundo a Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), a partir daí ele passou a se esconder na comunidade Dona Marta, onde foi preso.

De acordo com a Sepol, “as vítimas identificadas serão encaminhadas a uma rede de proteção para receber os cuidados médicos e psicológicos”.

Mãe e filho são presos por aplicarem golpe

Um homem de 35 anos, acusado de crimes de estupro de menores e de armazenar vídeos de sexo com crianças, foi preso em flagrante por policiais civis da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima do Rio de Janeiro. 

As investigações indicaram que o acusado atraía as vítimas, entre oito e dez anos, para o seu refúgio, na comunidade Dona Marta, em Botafogo, na zona sul do Rio. Lá, segundo a polícia, ele filmava os abusos com um celular e divulgava os vídeos.

A prisão ocorreu na terça-feira depois de um trabalho de inteligência e de compartilhamento de informações com a Polícia Federal. O homem, cuja identidade ainda não foi divulgada, confessou os abusos após ser capturado.

As investigações da polícia apontaram ainda que o preso tinha um mandado de prisão em aberto em São Paulo por tentativa de feminicídio contra a sua ex-companheira. Segundo a Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), a partir daí ele passou a se esconder na comunidade Dona Marta, onde foi preso.

De acordo com a Sepol, “as vítimas identificadas serão encaminhadas a uma rede de proteção para receber os cuidados médicos e psicológicos”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.