Zona Sul e Zona Norte

NOTÍCIAS DA ZONA SUL – POLÊMICA: BLOCOS NA URCA

O carnaval nem começou e já virou polêmica no tradicionalíssimo bairro da Urca. Nos dias 2 e 9 de fevereiro ocorreram eventos com blocos carnavalescos e boa parte da população local reagiu de forma negativa. Boa parte deles cobrou uma postura enérgica da associação de moradores do bairro, a Amour. E a polêmica promete ter novos capítulos, já que estão previstos mais dois finais de semana com eventos doo mesmo tipo.

“Absurdo. A Urca só tem uma rua de entrada e está simplesmente fechada (no dia 9, data de um dos eventos). Não tem sequer uma preparação de transito para abrir a Av. Portugal como opção de mão dupla. Está intransitável.”, narrou a moradora Danielle Pompilio.

Mas há também quem goste do carnaval de rua no bairro, desde que haja bom senso. “O que não pode é esse bloco ridículo e sem noção que entrou pela Marechal sem o mínimo apoio para minimizar impacto ao ir e vir do bairro”, desabafou outro morador.

BOMBEIROS DO HUMAITÁ

APAGAM INCÊNDIO

Um incêndio atingiu o décimo terceiro andar do edifício da Dataprev, na rua Mena Barreto, em Botafogo, no início do mês. Segundo o Corpo de Bombeiros, houve acionamento do quartel logo pela manhã e os combatentes do fogo foram ao local. De acordo com as primeiras informações, as chamas teriam atingido a cobertura do prédio, mas foram controladas pouco tempo depois. Felizmente, graça s á ação rápida dos bombeiros do quartel do Humaitá, ninguém se feriu.

De acordo com moradores de prédios vizinhos, as chamas começaram logo após a manutenção de um ar-condicionado.

ASSALTOS COM BICICLETA

EM BOTAFOGO

Ultimamente tem se tornado mais frequentes relatos de assaltos praticados por jovens usando bicicletas como meio de transporte. Um dos relatos ocorreu no dia 10 de fevereiro e felizmente a vítima conseguiu escapar. “Ontem, por volta de 1h da manhã, fui seguida por um rapaz de bike (bicicleta) com mochila do Rappi (empresa de entregas por aplicativo de celular). Estava sozinha pela rua das Palmeiras e não entendi porque ele havia me chamado. Quando percebi que ele me seguia, corri até meu prédio. Meus porteiros falaram que está sendo recorrente”, contou a moradora de Botafogo Ana Menezes, que aproveitou para fazer um alerta: “Fiquem atentos(as)!! Existem vários trabalhadores nesse ramo (referindo-se a bons profissionais que usam este meio de transporte), mas durante a madrugada, estejam mais ligados!”, encerrou.

NÃO HAVERÁ O BLOCO

DE CARLINHQOS DE JESUS

Principal responsável e, de certa forma, garoto propaganda de um dos mais tradicionais blocos da zona sul, Carlinhos de Jesus divulgou um comunicado avisando que não haverá evento neste ano, mas não informou o motivo, o que gerou um clima de mistério.

COMUNICADO:

Comunico a todos amigos, vizinhos, componentes e simpatizantes do Bloco Carnavalesco Dois Pra Lá Dois Pra Cá que nosso tradicional Bloco não fará seu desfile no Sábado de Carnaval como de costume, há 29 anos, e nem fará também sua festa no formato “Concentra mas não sai” como do ano passado!

Os moti1vos são diversos e acredito, eu Carlinhos de Jesus, que no próximo ano estaremos de volta!

Ficou inviável por o Bloco na rua!!!

Espero contar com a compreensão de todos, com a energia e participação no próximo ano, com certeza!!!

Obrigado por todo apoio. Carlinhos de Jesus

FILA DUPLA NA REAL GRANDEZA

A volta às aulas traz diversos benefícios, mas com certeza o trânsito não é um deles. Moradores e motoristas reclamam novamente que a rua Real Grandeza Botafogo vira um caos, principalmente na parte da tarde, devido à fila dupla de carros que buscam crianças em uma escola para alunos de famílias de alto poder aquisitivo. A revolta de alguns é ainda maior porque o sistema é promovido e oficializado por agentes da própria prefeitura em parceria com funcionários do colégio. “Acabei de passar na Real Grandeza e achei um absurdo a fila dupla do colégio, só me restou passar para à direita, única faixa disponível. Total falta de descaso com as pessoas, são os donos da rua. É preciso providências já”, desabafou o motorista Sérgio Fernandes.

Já a moradora Norma Vicente denuncia outro descaso: “O mesmo acontece na rua São Clemente na escola alemã e na Visconde de Caravelas. O trânsito fica insuportável, as pessoas descem dos ônibus e vão andando para não chegarem atrasadas nos empregos. É um absurdo!!!”

PASSAGEM SUBTERRÂNEA ALAGADA

Como já se tornou tradição em Botafogo, basta chover um pouco e as passagens subterrâneas na Enseada de Botafogo, que passam por baixo das pistas do aterro ficam inundadas, impossibilitando a passagem dos pedestres, causando risco para quem precisa alcançar o outro lado, já que terá que atravessar as pistas de alta velocidade.“Basta uma chuva e isso acontece. Todo mundo sabe e nada é feito. Sem contar a falta de segurança no local”, reclama a moradora macela Breda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *