Jornal de Bairros – Zona Sul e Grande Tijuca

GASTRONOMIA – GASTRONOMIA PEIXE CRU PARA TODOS OS GOSTOS

Tem gente que ainda nem se acostumou com o sushi e o sashimi e lá vêm outras formas de se consumir peixe cru, como o ceviche, o poke… Vamos começar por este último, já que é o que representa a maior novidade.

AZO poke tem origem no Havaí, onde foi criado por pescadores, que serviam o peixe recém-pescado cortado em cubos, em pequenos potes, nos bares e restaurantes à beira-mar. O ingrediente principal do poke pode ser atum, salmão, polvo, e ele frequentemente é acompanhado por salada — legumes, algas, arroz, cogumelos e/ou frutas, como abacate e abacaxi — e temperos orientais como molho de soja e óleo de gergelim, tornando-se assim um prato leve, rápido e saudável, perfeito para climas quentes.

O poke difere do sushi (que leva arroz) e do sashimi (peixe cortado sem arroz) pela simplicidade, já que os temperos empregados são semelhantes, e pela variedade maior de acompanhamentos, como vimos acima.

O ceviche, de origem peruana, tem em comum com o poke a apresentação, uma vez que ambos são servidos em tigelas. O sabor, no entanto, é completamente diferente, pois o peixe do ceviche é marinado com sucos de frutas cítricas, como limão. O peixe muda de cor e textura, pois a acidez faz com que as proteínas se desnaturem (no peixe, isso ocorre com muita rapidez e facilidade, razão pela qual ele não deve ficar muito tempo marinando). Os acompanhamentos do ceviche são batata-doce, milho, cebola roxa, pimenta e coentro. O líquido usado para marinar se chama “leche de tigre” e é usado para curar ressacas, pois tem fama de ser revigorante e afrodisíaco. No Peru também se consome o tiradito, que é o peixe cru cortado em fatias mais finas, e igualmente marinado em sucos ácidos. 

Para qualquer dos pratos, o peixe usado deve ser sempre muito fresco e de excelente procedência.

Nádia Lamashttp://vieirasetrufas.blogspot.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *