Jornal de Bairros – Zona Sul e Grande Tijuca

DENTISTA PARA CRIANÇAS – A IMPORTÂNCIA DA CONSULTA COM UM ODONTOPEDIATRIA

A primeira visita da criança ao dentista é  muito importante e pode se tornar um grande desafio para muitos pais. Isso se deve principalmente ao fato da grande maioria dos pais já ter passado por experiências  desagradáveis.

Por isso citarei algumas dicas aqui, começando pela dica mais importante antes de qualquer consulta: “NÃO ANTECIPEM OS FATOS ÀS CRIANÇAS”.

O odontopediatria tem todo um manejo para conduzir a consulta de maneira tranquila e bem sucedida. Até por isso o mais indicado é que a consulta seja feita por um Odontopediatra, posi isso fará total diferença no atendimento. Ele é o ÚNICO capacitado para atendimento de crianças em todas as idades!

Como já disse em outra coluna, vale lembrar que primeira consulta deve ser realizada antes mesmo dos primeiros dentinhos aparecerem, pois além de informações e orientações necessárias para uma boa saúde oral,  será realizado um minucioso exame clínico.

Outra dica aos pais é: caso algum responsável tenha medo de Dentista, este medo deve ser só dele. Para a criança tudo é novo, e a experiência dela pode ser o oposto, como provavelmente será, gerando prazer e encanto!

Transferir o medo assim como ameaçar a criança (“se não escovar os dentes vou te levar na dentista e ela irá enfiar uma agulha no seu dente”). De forma alguma a criança será punida! O Odontopediatra é capacitado e tem a abordagem psicológica para cada necessidade. Ameaças não só não ajudam, como atrapalham muito mais. Alem disso não se deve mentir. Não dizer que não será feito nada, pois geralmente na primeira consulta o exame clínico já é realizado.

Seja sincero! Diga que ela irá ao Dentista mostrar seus dentinhos e aprender a cuidar deles.

Vale lembrar que o choro faz parte do universo infantil e nem sempre está associado à dor! Se a criança chorar na primeira consulta os pais não devem ficar desesperados, e sim manterem a calma e confiarem no profissional escolhido. Elas podem chorar, porque não querem ficar quietas na cadeira, querem descer ou preferem brincar.

Por fim, é essencial que se evite falar junto ou sobrepor o profissional. O Odontopediatra conduzirá a situação com sabedoria. Isso evita que a criança fique confusa.

Recompensas podem ser dadas pelo bom comportamento, mas não uma troca. Não se deve dizer “se você ficar quieta irá ganhar uma baby alivie”. É surpreendente! Com a colaboração e confiança dos responsáveis,  o sucesso é  garantido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *