Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
Verde É Vida

O homem é o principal culpado pelas mudanças climáticas que vêm ocorrendo. A preservação da natureza é fundamental para que essas mudanças não ocorram. Todas as pessoas deveriam dar sua parcela de colaboração para impedir a destruição da natureza. Vários fatores são responsáveis pelas alterações climáticas que vem se agravando a cada momento. O desmatamento das nossas florestas, principalmente pelos madeireiros gananciosos, que chegam a devastar enormes regiões na Amazônia, que é considerada o pulmão do planeta, é um dos principais motivos dessa transformação. As queimadas provocadas pelo homem, aliadas às provocadas por balões, também agridem a natureza.

Por outro lado, a poluição dos rios e dos mares causada pelo lançamento de esgoto sanitário, sem tratamento, e de esgoto industrial, muitas vezes com produtos químicos, torna a qualidade das águas imprópria até para o “habitat” dos peixes. Também a água para consumo humano sofre contaminação em seus mananciais e reservatórios, em razão do lançamento irresponsável pelo homem de todo e qualquer tipo de detrito.

É preciso que o homem se conscientize de sua importância na preservação da natureza. O reflorestamento se faz necessário para reposição de todo o espaço verde que foi destruído. O lixo doméstico deverá merecer, em primeiro lugar, uma coleta seletiva para depois ser reciclado.  As nascentes deverão possuir uma área de preservação ambiental para garantia da pureza e qualidade de suas águas.

Uma alternativa para melhorar a qualidade do ar que respiramos seria a utilização de combustíveis não poluentes. Os veículos movidos a eletricidade seriam a forma ideal para despoluição do meio ambiente dos centros urbanos. O transporte ferroviário elétrico, de carga ou de passageiros, é outra opção que poderia ser mais utilizada, pois tiraria das estradas grande quantidade de caminhões e ônibus que deixam rastros de poluição com sua fumaça.

A arborização das ruas e espaços públicos, como praças e parques, traria enormes benefícios para a qualidade do ar. É preciso que, além dos governantes, as pessoas se preocupem na manutenção do verde, em suas cidade e residências, tornando-se guardiões contra a poluição.

 


 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco