Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
Já Pensou Em Ser Sócio de Um Barco Como Esse ?

Muita gente que sonha em ter um barco para passear com amigos e família, acha que só é possível realizar este sonho se ganhar na mega-sena. Não é verdade, dá pra ser sócio de um barco como esses pagando de 1/4 a 1/8 do valor do barco e da manutenção com o sistema de propriedade compartilhada, ou Time-Sharing como é conhecido mundo afora.



Casas de veraneio, aviões e helicópteros, e até mesmo carros de luxo são oferecidos no Brasil e no resto do mundo nesse sistema. E é tudo muito simples, o bem é rateado em cotas. Cada cotista tem o direito de usufruir do bem por um determinado período e paga uma taxa mensal de administração que é apenas uma fração do custo de manter o determinado bem.

A grande maioria dos barcos de esporte e recreio não sai do cais ou clube para passear mais do que duas vezes ao mês e a média geral ainda é bem menor do isso. Então, porque pagar um barco inteiro se você só vai usar uma fração? E quem acha que o sistema pode gerar desentendimentos entre os proprietários sem engana. As datas de uso são sorteadas e o calendário de uso é distribuído aos proprietários com muitos meses de antecedência, então cada um dos sócios pode se programar para usar o barco. E ainda solicitar a troca de datas.

O sistema também visa oferecer comodidade e conforto ao cotista.

A empresa que administra o sistema além de oferecer os serviços de limpeza, manutenção e administração das datas, também cuida do seguro, faz manutenção preventiva, checa os detalhes antes da partida do barco e recebe o mesmo quando o proprietário volta da água. E ainda oferece extras, como já entregar o barco abastecido com "comes e bebes" ou um "skipper" se o proprietário não for habilitado ou quiser consumir umas cervejinhas durante o passeio. Afinal a Lei Seca também já está valendo no mar.

E nos períodos onde nenhum dos proprietários está usando o barco, se for de comum acordo do grupo, a administradora ainda faz charter com o barco e gera renda para amortizar as taxas de manutenção ou mesmo investir em novos equipamentos para o barco.

Para ver mais detalhes dos barcos oferecidos no sistema de propriedade compartilhada acesse: www.craftec.com.br, ou solicite maiores detalhes do sistema à administradora pelo email: atendimento@boatsport.com.br

Depois disso é só sair velejando pela costa do Rio de Janeiro e curtindo com a família. Bons ventos!

 






     

 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco  
" />