Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 

SOCIAL - CRIANÇAS DA FUNDAÇÃO CAFU VOAM PELA PRIMEIRA VEZ


Ação social aconteceu no final de agosto, na iFLY São Paulo.

Uma mistura de sensações marcou a experiência que 23 crianças da Fundação Cafu tiveram ao voar pela primeira vez no maior simulador de paraquedismo indoor do mundo, a iFLY. Curiosidade, conhecimento e emoção definem o momento que Ana Clara do Nascimento, de 10 anos, teve naquela manhã. “Adorei poder aprender de perto sobre como tudo funciona e melhor ainda sentir na prática”, contou ela.


Antes da parte prática, as crianças tiveram uma aula com conceitos de física, matemática, tecnologia e ciência, dada pelo educador Gabriel Pereira das Neves. Nela puderam aprender como funciona o paraquedismo indoor e tiraram diversas dúvidas sobre a dinâmica do voo. “Eu sempre tive muita curiosidade de ver de perto como funcionava e mais ainda de poder aprender muitas coisas novas”, conta Kaílson Alves Brito, de 11 anos.


O projeto educacional, denominado STEM, por falar de Ciências, Tecnologia Engenharia e Matemática, tem o objetivo de aproximar conceitos de ciências e física ao dia a dia de crianças e adolescentes de escolas de São Paulo e Brasília. Desde o ano passado, a IFLY abriu a oportunidade para o público que não teria acesso a esta oportunidade, firmando parcerias com instituições.
IamarBeserra, uma das educadoras da Fundação Cafu, que hoje atua com mais de 900 crianças na região do Jardim Amália, em Capão Redondo, avalia como é única a oportunidade. “É um momento de aprendizado que vai ficar registrado na memória delas. Com certeza foi uma experiência única que eles levarão para a vida”, complementou.


Sobre a iFLY


A iFLY é uma empresa americana que opera o maior simulador de voo indoor do mundo, presente em 11 países. No Brasil, ela inaugurou uma unidade em São Paulo e outra em Brasília, no primeiro semestre de 2016. O conceito surgiu em 1998, na cidade de Orlando, e tinha como principal utilização o treinamento de paraquedistas, de atletas e das forças armadas. Com o passar do tempo, as pessoas começaram a enxergar como uma excelente e divertida opção de entretenimento individual e familiar. A iFLY já voou mais de 8 milhões de pessoas no mundo.



 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco  
" />