Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
SEXUALIDADE

 

A NECESSIDADE DE SE FAZER BELA

 


A preocupação com a beleza é o alvo das atenções de toda a humanidade, e o cuidado pela estética tem se expandido cada vez mais. Foi principalmente no final do século XX que surgiu o reconhecimento da beleza física, provocando o ajustamento das pessoas aos padrões pré-estabelecidos, fazendo da aparência a maior essência humana. Assim, pessoas são reconhecidas pelas formas, demonstrando que há uma grande força, dentro delas ou na própria sociedade, que as empurram à crença de não serem suficientemente atraentes.


Socialmente, há uma idéia implícita de que as mulheres sempre podem melhorar. Isso gera altos custos emocionais e pode ocasionar sérios distúrbios psicológicos, como transtornos alimentares ou distúrbios afetivos. Portanto, fundamental é saber se respeitar sem ter que fugir para os meios externos para tentar suprir a incapacidade de lidar com as questões internas.
Claro que o belo atrai e não pretendo negar isso. Ou seja, devemos nos cuidar, sim, mas é preciso tomar cuidado com a idéia de que tudo se restringe a beleza e que esse é o único caminho de se alcançar a felicidade.


Máquinas não cultivam aquilo que as definem como únicas. Elas se rendem aos padrões da uniformização. Mas ao falarmos de pessoas, elas vão atrás de preencher insatisfações emocionais, sobretudo faltas.


Porém, a falta é essência do ser humano. Somos objetos da falta, sempre presente no nosso cotidiano. Assim, é preciso conviver com elas e com uma vida real que possibilite a realização de todos os desejos além daqueles que não estão ligados a um mundo de possibilidades intermináveis transmitido pela indústria corporal.


Dra. Ana Paula Veiga | Sexóloga






 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco