Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
Museu do Índio: Índios Em Botafogo

Museu expõe história indígena de forma dinâmica, moderna e atrativa e ainda possui cenários com design futurista. Crianças são aliadas

O Museu do Índio, localizado em Botafogo foi criado em 1953. Ele é motivo de muitos estudos e pesquisas que são realizados no intuito de preservar e divulgar a cultura dos mais diversos povos indígenas. Ali podem ser encontradas fotos e peças raras e a Biblioteca Marechal Rondon.

Esse órgão da Fundação Nacional do índio (Funai), foi idealizado por Darcy Ribeiro há 51 anos e mudou-se para o espaço atual - um prédio do século XIX, em Botafogo, no ano de 1978. Antes ficava em um casarão no bairro do Maracanã, próximo ao estádio.

Todos os livros encontrados na Biblioteca Marechal Rondon estão à disposição do visitante. Há também o Acervo Etnográfico, o Registro Audiovisual e o Registro Textual, todos mais voltados para pesquisas e estudos, com 14 mil peças etnográficas, 16 mil publicações especializadas em Etnologia, 80 mil imagens, 500 mil documentos, filmes e gravações sonoras. Sem dúvida uma coleção riquíssima que divulga a imagem correta das sociedades indígenas, ainda muito discriminadas.

A colonização européia, através dos séculos, dizimou uma população de, aproximadamente, cinco milhões de indivíduos em 1500, para os 370 mil atuais que ainda lutam contra o preconceito e para adquirir, em muitos casos, suas próprias terras que foram tomadas. Ainda tentam resgatar sua dignidade e cultura. O fundador, Darcy Ribeiro, afirmou certa vez: “O Museu do índio foi o primeiro do mundo projetado para lutar contra o preconceito”.

A parceria entre pesquisadores e índios é, sem dúvida, um ponto fundamental para o Museu. Indígenas de tribos de diversos estados brasileiros participam regularmente de exposições. Ensinam e aprendem. Uma troca muito interessante para todos.

O trabalho realizado com as crianças é, talvez, o mais relevante de tudo o que é feito. Conscientizá-las da importância dos índios é fundamental para pensarmos num futuro melhor para os povos indígenas. A transformação da mentalidade tem que começar desde cedo. E o Museu do Índio realiza vastos programas para os pequenos visitantes entenderem que os que vivem de uma maneira diferente da deles, que se vestem de outro jeito e que têm outra cultura, não são piores.

O Museu do Índio está localizado na Rua das Palmeiras, 55, Botafogo. A visitação pode ser feita de 3ª a 6ª, das 9 às 17h, e aos sábados, domingos e feriados, das 13 às 17h. O ingresso custa 3 reais e crianças não pagam. Os telefones do Museu são 3214-8702 / 3214-8705 e o endereço eletrônico: www.museudoindio.org.br.




 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco