Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
Museu do Automóvel: Uma Viagem ao Passado

Cidade de Prados, vizinha à histórica Tiradentes, no Estado de Minas Gerais, sedia o Museu do Automóvel da Estrada Real, com mais de 50 carros antigos muito bem conservados.

Quem vai à cidade histórica de Tiradentes, no estado de Minas Gerais, e deseja conhecer ou recordar um pouco da história automobilística, encontrará na localidade conhecida por Bichinho, município de Prados, cerca de cinco quilômetros distante de Tiradentes, um verdadeiro tesouro mantido pelo colecionador Rodrigo Cerqueira Moura, um aficionado por carros antigos, que possui em seu sítio uma coleção com cerca de cinquenta veículos fabricados no Brasil e no estrangeiro.

Para manter esses carros em perfeito estado de conservação e funcionamento Rodrigo conta com dois técnicos em restauração: Geraldo Magela Furtado, mais conhecido como Tenório, que é especialista em restaurar carrocerias e painéis e José Geraldo Teixeira, que cuida da lanternagem e pintura dos carros. A parte mecânica fica sob os cuidados do próprio colecionador, que é engenheiro mecânico.

Conhecer essa preciosa coleção é fazer uma verdadeira viagem mágica através do tempo, e isso é possível, pois o Museu do Automóvel da Estrada Real, como é conhecida esta maravilhosa coleção está aberta à visitação pública de quarta a domingo. Os veículos se encontram como se fossem novos, acabados de sair das linhas de montagens de suas fábricas.

Os visitantes mais jovens terão a oportunidade de conhecer veículos muito raros e os de mais idade poderão rever, ou até conhecer também, por exemplo, um Buick fabricado em 1928 ou um raríssimo Delayhe  de 1948. Também estão expostos, conservadíssimos, automóveis Volkswagen, Citröen, Dodge, Ford, Mercury, Fiat, Pontiac, Chevrolet, Packard, Studbaker, além de um Mini Cooper fabricado em 1968, dentre outras marcas estrangeiras.

Mas a exposição também mantém, além de veículos americanos e europeus, carros nacionais: além de outros pode-se admirar modelos da DKW Vemag caminhonete e sedan, um simpático Renault Dauphine, um modelo esportivo SP2 da Volkswagen, além de um garboso Simca Chambord e um aristocrata Aero Willys Itamarati, e até um F.N.M. JK, que foi utilizado em corridas automobilísticas pelo famoso piloto brasileiro Chico Landi.   
Uma curiosidade é a existência de uma simpática jardineira, marca Chevrolet, modelo fabricado em 1935, que propicia aos interessados um passeio noturno pelas ruas de Tiradentes.

A visita ao Museu do Automóvel da Estrada Real de Tiradentes é uma volta nostálgica ao passado e um agradável passeio para ser curtido por toda família.



 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco