Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
MEMÓRIA DO ESPORTE - AMÉRICA, CAMPEÃO CARIOCA

O título do Mecão - apelido carinoso da torcida, é importante até hoje, pois foi o último ganho pelo simpático clube tijucano na esfera estadual. O nome do técnico Jorge Vieira, falecido há alguns anos, está gravado para sempre no coração de todo torcedor alvirrubro.


Nessa época dourada do futebol brasileiro, quando América e Bangu eram fortes, o Rio de Janeiro tinha seis clubes grandes, e até mesmo os clubes de menor investimento montavam grandes equipes, revelavam ótimos talentos e faziam frente à elite do estado.


A campanha do Diabo - outro apelido do clube, no estadual de 1960 foi recheada de grandes vitórias (foram 16 no total) e apenas uma derrota, para o Bangu.


Na grande final, assistida por cerca de 100 mil espectadores, o Mecão derrotou o Fluminense por 2x1. Após começar perdendo (gol de Pinheiro), o ponta-esquerda Nilo empatou o jogo para o América.


Faltavam poucos minutos para acabar a decisão e o Fluminense jogava pelo empate quando o lateral Jorge, aproveitando um rebote do goleiro Castilho, colocou a bola para dentro da baliza tricolor. Era o gol do 7º título estadual do clube tijucano.
Time do América campeão em 1960: Ari, Jorge, Djalma, Wilson Santos e Ivan; Amaro e João Carlos; Calazans, Antoninho (Fontoura), Quarentinha e Nilo. Treinador: Jorge Vieira. Um fato curioso é que Jorge tinha apenas 26 anos quando sagrou-se campeão com o América.

 





 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco