Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
Memória do Espote: O Início do Vôlei Campeão

O país do futebol passou a ser, a partir dos anos 1990, também, o do vôlei. E tudo começou com um grupo de garotos em 1992. Nos jogos olímpicos daquele ano, em Barcelona, eles fizeram pela primeira vez o Brasil ganhar a medalha de ouro no esporte.
É verdade que oito anos antes, nos jogos de Los Angeles, o time de Bernard e Renan, com a medalha de prata, iniciou o processo de valorização do esporte e o aumento das transmissões pela TV, porém nada pode ser comparado com a consolidação do vôlei no país a partir da conquista de 1992.

A seleção era formada por Maurício e Talmo, os levantadores, Carlão, Paulão, Douglas, Amauri e Jorge Édson, que jogavam pelo meio, e Marcelo Negrão, Pampa, Tande, Giovane e Janelson, pontas. O treinador era José Roberto Guimarães, que atualmente está à frente da seleção feminina.

Na final dos jogos de Barcelona, disputada no dia 9 de agosto, a seleção derrotou a fortíssima Holanda por 3 sets a 0 (15/12, 15/8 e 15/5). O ponto decisivo foi marcado de saque por Marcelo Negrão. Essa imagem ficou na memória dos amantes do esporte. Esse título fez com que o voleibol “explodisse” no Brasil. A partir da conquista aumentou consideravelmente o número de garotos e garotas procurando escolinhas para praticar o esporte. O futebol acabou ganhando um rival de peso.

Atualmente a seleção super campeã do treinador Bernardinho, que como jogador conquistou a medalha de prata nos jogos olímpicos de Los Angeles, continua empolgando e trazendo medalhas, mas o início de tudo foi há 20 anos com aquele grupo de garotos.

 





     

 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco  
" />