Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
Memória do Esporte: Canto do Rio

Até a fusão do Estado do Rio com o da Guanabara, nos anos 1970, apenas um clube sediado fora da antiga capital federal disputava o campeonato carioca, o Canto do Rio, de Niterói.

A tradicional agremiação, fundada em 1913, tem sua sede localizada perto da estação das barcas e de um grande shopping center.

Nos tempos áureos do futebol, o alviceleste niteroiense disputava o campeonato carioca e chegou a ser campeão do extinto torneio início, quando, na final, derrotou o Vasco da Gama, em 1953. Todos os jogos do Torneio Início eram disputados no Maracanã no mesmo dia. Se o maior feito da história do Canto do Rio foi obtido em cima do clube de São Januário, o mesmo Vasco foi também seu principal algoz. A maior goleada da história do profissionalismo aconteceu em 1947, em São Januário: Vasco 14x1 Canto do Rio. Uma curiosidade do jogo é que as equipes foram para o intervalo com o placar de 5x0.

Nos anos 1960 o clube deixou de disputar o campeonato carioca e iniciou uma era de amadorismo. Anos mais tarde o clube de Niterói voltaria a ter departamento profissional de futebol.

Uma das maiores glórias da história do Canto do Rio foi ter em suas categorias de base Gérson, futuro campeão mundial com a Seleção Brasileira, em 1970. O “Canhotinha de Ouro” saiu do clube de Niterói e passou por Flamengo, Botafogo, Fluminense e São Paulo.
Atualmente, o Canto do Rio disputa divisões inferiores do futebol carioca e luta para retornar às glórias do passado.

 



/>                                

 

 
 
 
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco