Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
Memória do Esporte: História das Olimpíadas

Quando as antigas cidades-estado da Grécia, começaram a realizar eventos esportivos documentados, corria o ano de 776 a.C. Porém, muito antes disso os cidadãos gregos já realizavam variadas disputas esportivas em honra a Zeus, seu deus máximo, e como forma de exercitar os corpos e melhorar a saúde de seus praticantes.

Nesses tempos remotos a Grécia não era um país unificado como é nos dias de hoje. Suas muitas cidades-estado viviam travando batalhas. Porém, durante a realização dos jogos olímpicos uma trégua era estabelecida e cidadãos de vários pontos da Grécia podiam ir até a cidade de Olímpia para competir.

As primeiras olimpíadas foram realizadas com várias modalidades de atletismo, como corrida, arremesso de disco e salto em distância, além de outras, como a tradicional luta e até mesmo com corrida de cavalos. Estabeleceu-se, à época, que os jogos seriam disputados a cada quatro anos.

Os últimos jogos olímpicos da antiguidade foram realizados no ano 392 d.C., quando a Grécia, sob domínio romano teve que acatar a decisão do imperador Teodósio I, que, convertido ao cristianismo, proibiu qualquer adoração a outros deuses e festas pagãs, incluindo a olimpíada.

Depois de o espírito olímpico ter adormecido por aproximadamente 1500 anos, sob influência do francês Pierre de Coubertin, as competições voltaram a ser realizadas em 1896. O local escolhido para as disputas não poderia ser outro senão Atenas, capital da Grécia. Contudo, na modernidade, como forma de integração, os jogos foram abertos a todas as nações do planeta.




     

 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco  
" />