Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
Futebol: Os Times Cariocas no Campeonato Brasilerio - Parte 1

O Brasileirão já está batendo na porta! E como está o seu clube para disputa do Campeonato?

O que mais ouço dizer por aí é que Vasco e Flamengo correm risco de rebaixamento, principalmente o Gigante da Colina, mais desestruturado. Ouço também que o Botafogo e o Fluminense são favoritos, o Flu mais uma vez.

Vamos começar a falar da possibilidade de rebaixamento do Flamengo. Em primeiro lugar, o time não é tão ruim e vai se reforçar. E mais. Para esclarecer de uma vez por todas, o Flamengo só cairá um dia se houver gravíssimo problema político com consequências externas, como aconteceu com o Corinthians. Fora isso, sem chances. É lucrativo demais para que empresas que gastam mais de um bilhão juntas percam um de seus principais produtos para os parceiros da Série B. A queda do Corinthians mostrou isso: a Série A perdeu parte significativa de sua audiência e a Série B ganhou força, coisa que investidor nenhum quer novamente. Não só flamenguistas e corintianos assistem às partidas, mas os adversários que torcem contra também. No capitalismo manda o dinheiro.

Quanto ao Vasco, se o Gigante, como trata a sua torcida, não levantar logo, pode acordar na segunda divisão. São problemas financeiros, administrativos, políticos, oposição que atrapalha e um time limitadíssimo. Mas há uma grande esperança. O clube passa sua administração amadora para uma profissional e quem conduz é talvez o mais eficiente gestor esportivo do país, Cristiano Koheler, responsável pelo reerguimento do Grêmio e da construção de sua arena multiuso. Na verdade, ele volta a São Januário, pois ajudou a estruturar o Vasco na sua melhor fase recente. Coincidência ou não, após sua saída o amadorismo tomou conta e tudo desandou. Tenta implantar uma estrutura empresarial, que segunda os especialistas, é a solução para o futebol brasileiro e seus clubes. No entanto, como os dirigentes vascaínos demoraram a mudar e os resultados do futebol não são bons, fica a dúvida: vai dar para consertar sem passar por novo rebaixamento? Tomara que sim.

E quanto ao Fluminense e o Botafogo? Bom, esse é assunto para a próxima edição. Não perca!

 

 

 

 

 

 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco