Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
Futebol: Os Benefícios da Copa

A Copa aproxima-se. Imagine aquela emoção que temos a cada quatro anos, agora bem pertinho de nós. Quantos já não viajaram para tão longe para assistirem a uma simples partida? Agora não será necessário: após 63 anos, o Brasil saberá novamente o que é sediar a Copa do Mundo.

A vontade da conquista em casa é compartilhada por torcedores e dirigentes e começou em 1950, quando uma das melhores equipes que o país teve perdeu para o Uruguai, em pleno Maracanã. Desejo que volta agora com força total. Já imaginou uma nova final contra o mesmo Uruguai?! Seria de arrepiar.

Emoção, então, não deve faltar, mas as vantagens vão bem além. Já neste ano ocorrerá a Copa das Confederações, que nada mais é do que uma minicopa que reúne as principais seleções em evidência, e que tem o objetivo de testar instalações de jogo e as condições de alguns pontos do país, para que no grande evento nada de errado aconteça. Além de teste, será uma grande atração.

E os estádios? Quando o Maracanã, um dos mais tradicionais palcos mundiais, receberia uma reforma como essa que está acontecendo? Há quem diga, inclusive, que o correto seria a demolição, que provavelmente garantiria que continuasse a receber públicos de mais de cem mil espectadores, mas a opção pela reforma se deu mais para manter a tradição do velho estádio, ou simplesmente para fazer média com quem acredita que a tradição acabaria, o que obviamente não faz sentido, pois seria erguido um novo no local, com o mesmo nome, provavelmente parecido, e bem mais moderno, assim como foi feito na Inglaterra, no Estádio de Wembley. Política à parte, o antiquado gigante está se transformando novamente em um presente da engenharia para o futebol. Alguns apaixonados saudosistas, que imaginam que o encanto acabará, mudarão de ideia em sua primeira visita, quando notarem muito mais conforto, facilidade de acesso, segurança, beleza e muito mais. Sem dúvida, é uma conquista da Copa do Mundo.

Assim como o Maracanã, outros estados brasileiros também estão recebendo tradicionais estádios de volta, agora modernizados, como a Fonte Nova, na Bahia e o Mineirão, em Belo Horizonte. Sem falar nos novos que estão sendo erguidos. A vergonha fica por conta da construção do estádio do Corinthians, uma “doação” de milhões de dólares do Governo para uma instituição privada. Mas isso é tema para outra coluna. Vamos falar de coisas boas, dos estádios de primeiro mundo, reformados ou construídos, que futebol e povo brasileiro mereciam.

Mas as vantagens não deverão parar por aí. Os aeroportos terão de receber melhorias, já que atualmente não estão sendo suficientes nem mesmo para a demanda oriunda das promoções que as empresas de aviação promovem. Viajar ficou mais barato e muito mais gente embarca e desembarca, sendo que a estrutura continua a mesma há décadas. Além dos aeroportos as cidades sede ganharão também melhorias nas ligações dos aeroportos com o restante da cidade, ou seja, novas e boas estradas. Ou você acha que prefeito carioca e governador fluminense estão fazendo obras por amor ao cidadão? Claro que não. O mesmo deverá ocorrer em outros estados. E a rede hoteleira também deve melhorar. Essa herança da copa deverá ser muito útil para quem gosta de viajar para outros estados, principalmente devido aos menores preços da aviação. O turismo interno terá novas e melhores opções de hospedagem, o que até pode reduzir preços de diárias, devido à maior concorrência.

Mas como tudo na vida tem um preço, a contrapartida é que provavelmente tantas obras vão custar muito mais do que deveriam. Como vão demorar para começarem, serão consideradas medidas emergenciais e não precisarão de licitação. Como em tudo neste país, muita gente vai ficar ainda mais rica! Em nome do fubebol.

 

 

 

 

 

 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco