Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
Sinal Vermelho Para Dengue

Com a chegada do verão, cuidados contra a proliferação do mosquito causador da doença devem ser redobrados.

O verão está chegando e, além de pensarmos em calor e praia, precisamos estar atentos para os problemas que comumente se originam nessa época do ano. O mosquito da dengue é um deles. Porém, simples e eficazes medidas podem ser tomadas pela população para que o problema seja combatido.

A dengue é uma doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. O inseto mede aproximadamente um cm e é preto com listras brancas distribuídas pelo corpo e pelas patas. Ao contrário dos mosquitos comuns, este tem hábitos diurnos e costuma voar baixo, picando preferencialmente os pés, os tornozelos e as pernas.

Este mosquito se prolifera com muita rapidez e gosta de águas paradas e ambiente limpo.
Para podermos entender um pouco sobre esse problema procuramos o médico do município do Rio de Janeiro, Paulo Antonio, que nos deu maiores esclarecimentos a respeito desse antigo problema enfrentado pelo carioca.


Cuidados devem ser redobrados em vasos de plantas com água


Segundo Dr. Paulo, os sintomas mais comuns apresentados por quem está com dengue são: febre alta com dores de cabeça, dores atrás dos olhos, prostração, dores musculares e nos ossos. Esses sintomas duram aproximadamente de cinco a sete dias. Podem também surgir manchas avermelhadas na pele e coceira.

O médico também citou o perigo de se pegar dengue hemorrágica. As manifestações são as mesmas, entretanto depois do terceiro dia a febre cede e aparecem sinais de hemorragia.

Somente fazendo exames laboratoriais é que se tem certeza de que se está com a doença.
O indivíduo que está com dengue deve ingerir muito líquido para evitar desidratação, repousar e procurar auxílio médico. Paulo Antonio explica que sempre se deve procurar um hospital ou um posto de saúde para que sejam tomadas as medidas corretas de combate à doença e jamais se deve tomar medicação por conta própria.

É importante mudar o cenário de uma possível epidemia de dengue em 2012. Temos que estar juntos combatendo os focos desse mosquito tampando caixas d’água, tirando dos quintais pneus, garrafas vazias, tampinhas de garrafas, enfim, todo e qualquer material que acumule água. Só assim poderemos combater essa doença tão perigosa e que tem acometido um número tão alto de pessoas. 

Essas são medidas simples, mas que devem ser adotadas por toda população para que ano após ano menos ocorrências sejam registradas.

 

 

 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco