Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
COPA DO MUNDO - A HISTÓRIA DAS COPAS

Não era fácil atravessar os continentes numa época em que sequer existia antibióticos nas farmácias. Saiba como tudo começou.

Recentemente dois jogadores do futebol carioca, Paulinho, do Vasco da Gama, e Vinícius Júnior, do Flamengo, foram vendidos por valores milionários a clubes europeus. O segundo ainda está atuando na cidade, mas o primeiro, após ser negociado, entrou em um avião pela manhã e em poucas horas já estava tirando fotos com a camisa de seu novo clube na Alemanha. Tudo muito simples.


Mas na década de 20 não era bem assim. Apenas 40 anos após o fim da escravidão no Brasil, antes da descoberta do primeiro antibiótico - a Penicilina, cogitar em transportar um time de futebol inteiro para outro continente era quase que uma aventura.


Por isso, a escolha do Uruguai como sede da primeira Copa do Mundo, que ocorreria em 1930, foi algo bastante controverso, no final dos anos 20. Até por que, a maioria das grandes seleções estava no Velho Continente. Àquela altura, o trajeto era realizado de navio.


Foi durante um congresso da Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA), que Jules Rimet conseguiu a aprovação para criar o torneio internacional.


Na primeira competição, o país sede, o Uruguai, foi o campeão e ganhou o direito de ficar por quatro anos com a taça Jules Rimet.


Neste ano houve a participação de 13 países, todos convidados: sete da América do Sul (Uruguai, Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai e Peru), quatro da Europa (Bélgica, França, Iugoslávia e Romênia) e dois da América do Norte (México e Estados Unidos).


Mas com o crescimento da competição foi necessária a criação de uma etapa classificatória, as Eliminatórias, que atualmente é disputada durante dois anos e que conta com a participação de aproximadamente 200 seleções. Algo inimaginável naquele congresso em 1928.


A Copa foi disputada três vezes na década de 1930, antes da Segunda Guerra Mundial interromper o campeonato por 12 anos.


COMPETIÇÕES INTERNACIONAIS ANTERIORES

Mas não foi a Copa do Mundo a primeira competição internacional. Na verdade, a primeira partida internacional de futebol entre seleções de futebol ocorreu em 1872, entre Inglaterra e Escócia. Lembremos que essa era uma época tão remota que ainda existia escravidão. No Brasil, por exemplo, a Lei Áurea só foi assinada em 1888.


Nessa época, o futebol raramente era praticado forado Reino Unido. O início da expansão do futebol internacional se deu com a criação da FIFA, em maio de 1904, formada por sete países do continente europeu.


Com a crescente popularidade, o futebol participou dos Jogos Olímpicos de Verão de 1900, 1904 e 1906 como um esporte de demonstração, sem direito a medalhas, mas sendo oficialmente introduzido em 1908.


A FIFA tentou organizar um torneio entre seleções fora do contexto olímpico em 1906, na Suíça, mas a tentativa fracassou. Como os Jogos Olímpicos eram disputados somente por equipes amadoras, as competições envolvendo equipes profissionais começaram a aparecer. Em 1908 e 1909, foram realizados em Turim, Itália, torneios disputados apenas por clubes, cada qual de um país diferente. Naturalmente, não são considerados antecessores diretos da Copa do Mundo por conta disso.


Mas, em 1914, a FIFA reconheceu as competições de futebol dos jogos olímpicos como campeonatos mundiais de futebol amador, e passou a ficar responsável pela organização do evento. Isso possibilitou a oficialização do futebol nos Jogos Olímpicos de Verão de 1920, onde o torneio foi vencido pela Bélgica. O Uruguai foi campeão em 1924 e 1928, ano em que a FIFA decidiu organizar seu próprio campeonato.


Devido aos dois títulos olímpicos e à comemoração do centenário da independência, o Uruguai foi eleito sede da primeira Copa do Mundo, em 1930.








 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco