Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
Festa da Uva de Caxias do Sul / RS

Celebração que conta história da colonização italiana no Rio Grande do Sul

A história de Caxias do Sul começa antes dos italianos, ainda quando a região era percorrida por tropeiros e ocupada por índios, chamada “Campo dos Bugres”. A ocupação por imigrantes italianos, em sua maioria camponeses da região do vêneto (Itália), deu-se a partir de 1875, localizando-se em Nova Milano.

Dois anos após, a sede da colônia do Campo dos Bugres recebeu a denominação de Colônia de Caxias. No dia 20 de junho de 1890 foi então criado o município, e a 24 de agosto do mesmo ano, foi efetivada a sua instalação. Vários ciclos econômicos marcaram a evolução do município ao longo desde século. No dia 1º de junho de 1910, Caxias foi elevada à categoria de cidade e, neste mesmo dia chegava o primeiro trem, ligando a região à capital do estado. Os imigrantes eram agricultores, porém muitos deles possuíam outras profissões. Instalaram-se na região, urbanizando-a e dando início a um acelerado processo industrial.

Caxias do Sul é hoje o pólo centralizador da região mais diversificada do Brasil, com seus laboriosos colonos, seus vastos parreirais, suas vinícolas, seu variado parque industrial e um comércio rico e dinâmico; dando a esta terra uma dimensão ainda maior, razão essa que Caxias do Sul, a “Capital da Montanha”, a “Pérola das Colônias”, a “Colméia do Trabalho” é, por si só, o pólo centralizador da marca italiana no sul do Brasil.

Entre os dias 17 de fevereiro e 5 de março de 2006, em Caxias do Sul, será realizada a 26º edição da maior e mais tradicional festa do Rio Grande do Sul: a Festa Nacional da Uva. Criada em 1931 para celebrar a colheita da uva e a vitória do trabalho dos imigrantes italianos sobre as dificuldades impostas pela natureza na nova pátria, a Festa da Uva resgata as origens da colonização Italiana e das culturas que a ela se incorporam, proporcionando a união do passado e do presente de uma grande cidade.


Uva de Graça, Concurso e Espetáculo Marcam Tradicional Evento

A Festa da Uva é realizada no Parque de Exposições Mário Bernardo Ramos, que ocupa uma área de 44 hectares, com um espaço de exposição de 34 mil metros quadrados e estacionamento com capacidade para mais de 2 mil veículos.

Na entrada do Pavilhão II, temos a exposição de uvas, com 429 agricultores participando do concurso do melhor cacho. Junto ao mesmo pavilhão, encontramos o Palácio das Uvas, onde o visitante dispõe de um local para descansar enquanto saboreia a uva distribuída geladinha e de graça. Calcula-se a distribuição de 300 mil quilos de uva durante os 17 dias de festa.

O parque de exposições proporciona uma das mais belas vistas da cidade. No local, temos a réplica de Caxias do Sul, que reproduz uma parte da cidade baseada em uma foto de 1885. À noite, estas casas servem de cenário para a apresentação do espetáculo Som e Luz, que conta a saga dos imigrantes italianos na colonização da região nordeste do Rio Grande do Sul.


 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco