Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
LAZER


CAMINHOS SECRETOS DO RIO
Os lugares da Cidade Maravilhosa que os turistas conhecem e muitos cariocas não.
Pão de Açúcar, Corcovado, Maracanã e Praia de Copacabana. Estes são pontos turísticos do Rio de Janeiro bastante conhecidos pelo mundo afora. Mas, além destas atrações, a cidade resguarda cantinhos especiais não tão conhecidos assim pelos cariocas.


Existe uma antiga e belíssima rota que corta uma área florestal do Rio de Janeiro, o maciço da Tijuca, que por si só já é um passeio agradabilíssimo, seja de carro ou bicicleta (para quem tem fôlego para isso, claro) e que vai ao encontro de outros cartões postais da cidade. São pontos que, curiosamente, muitos cariocas desconhecem, mas que alguns turistas já tiveram a honra de serem levados a conhecer pelas agências de turismo, como é o caso da Estrada das Paineiras, Parque das Ruínas, Mirante Dona Marta, Mesa do Imperador, dentre outros.


CUSTO


Convenhamos, uma voltinha pelos nossos cartões postais mais conhecidos sai por um preço bem salgadinho. Por exemplo, uma família de cinco adultos que desejar subir de bondinho ao Pão de Açúcar e fazer o mesmo para ir até o Cristo Redentor, em alta temporada, vai ter que desembolar só pelos ingressos R$ 770,00, sendo R$ 74,00 correspondentes a cada ingresso do Corcovado e R$ 80,00 do Pão de Açúcar. Em momento de crise isso não parece muito inspirador. Já para visitar os recantos escondidos do Rio você só vai precisar mesmo de um carro para fazer o passeio, pois as atrações são gratuitas. No máximo de uns trocados para pagar um ou outro estacionamento.


ESTRADAS


A rota que corta o Parque Nacional da Tijuca é longa. Ali a gente percebe por que esta é a terceira maior floresta urbana do planeta, atrás do Parque Estadual da Pedra Branca, na zona oeste do Rio, e do Parque da Cantareira, em São Paulo.
As principais estradas que fazem parte dessa rota são a Estrada do Redentor, que liga a Estrada das Paineiras ao Alto da Boa Vista; a Estrada das Paineiras (ela fica fechada nos finais de semana), que liga ao Corcovado e ao Mirante Dona Marta e tem caminho para Santa Teresa (onde se localiza o Parque das Ruínas), a Estrada da Vista Chinesa, que passa pela própria Vista Chinesa, pela Mesa do Imperador e tem caminho para a Estrada das Canoas, e esta própria, que passa pela Pedra Bonita.
Lá por cima é possível passar pela Barra da Tijuca, São Conrado, Jardim Botânico, Cosme Velho, Botafogo, Santa Teresa e Tijuca. Uma verdadeira passagem secreta para muitos cariocas.
Só o passeio por todas essas estradas já vale à pena. Há vários mirantes onde a paisagem é belíssima, o ar é puro, a temperatura é agradável e se tem um contato próximo com a natureza.


ATRAÇÕES


A Pedra Bonita é de onde são realizados os saltos de asa delta. O acesso é pela Estrada das Canoas. Ao final, há uma trilha, de aproximadamente 40 minutos. E parece que todo mundo é recompensado pelo esforço: o visual é incrível!
A Estrada das Paineiras é uma via, mas também um ponto turístico. Nos finais de semana é fechada para carros e se transforma num calçadão para passeios e esporte, em meio à exuberante natureza, aos pés do Cristo Redentor.
Já o Parque das Ruínas é um casarão mantido pela Prefeitura, gratuito, com uma bela vista da cidade. Localizado em Santa Teresa, é comum uma boa música ao vivo ao lado do seu café (charmoso, porém com “preços para turista”). Muitas vezes o Parque sedia eventos culturais, como exposições e peças de teatro, alguns pagos. O local pertenceu à Laurinda Santos Lobo, figura importante na promoção das artes da cidade no passado, e sua casa já era usada para desenvolver a cultura.
O Mirante Dona Marta possui belíssima vista do bairro de Botafogo, incluindo a sua incrível Enseada. Há também acesso a um heliponto de onde se observa outras áreas da cidade. Você vai pagar dois reais para deixar seu carro no estacionamento da prefeitura e vai sair achando que fez um ótimo investimento.
A famosa Vista Chinesa é um mirante incrível. Além de se poder apreciar uma das mais belas paisagens da cidade, ela mesmo pode ser considerada uma paisagem, ao ponto que se observa os visitantes fotografando tanto para o lado da cidade quanto em direção a ela. A construção possui arquitetura com inspiração chinesa.
A Mesa do Imperador fica perto da atração acima e trata-se de um local a céu aberto com uma grande mesa, em frente a um belo visual da cidade, que nem sempre pode ser desfrutado devido à vegetação que cresce a sua frente. Era um local para servir de repouso nos frequentes passeios da família imperial pela região, por isso o seu nome.
Como se pode perceber, atrações não faltam. E além de tudo isso, a rota do Parque Nacional da Tijuca conta com diversas trilhas e cachoeiras, que podem ser desfrutadas por quem aprecia esse tipo de aventura. Outros preferem pedalar ou correr em parte do percurso. Seja para amantes da natureza, esportistas ou visitantes em busca de um belo visual, este é um passeio que todo carioca deveria fazer um dia.











 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco