Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
Antigo Jardim Zoológico do Rio de Janeiro

Quem passa hoje pela Rua Visconde de Santa Isabel, fazendo o trajeto Vila Isabel-Grajaú, pode não perceber, mas está diante de um local histórico e de extrema importância para o Rio de Janeiro. Ali se localiza a área que no passado abrigou o primeiro jardim zoológico da cidade.

João Batista Viana Drummond, o conhecido barão de Drummond, em 1888, fundou o zoológico, pois gostava muito de animais e tinha autorização para importá-los.


Fachada do antigo Jardim Zoológico


Drummond era um idealista, pois além do zoo fundou Vila Isabel, inspirado em Paris, em suas terras compradas à princesa Isabel. O barão gostou tanto da capital francesa que se inspirou nela para a criação da Boulevard 28 de Setembro, que se tornou a principal via da região.

Como muito gostava muito do jardim zoológico, Drummond inventou um jeito diferente de angariar fundos para a expansão do parque. Ele idealizou colocar um animal dentro de uma gaiola coberta por um pano, na entrada do zoo, e realizava apostas entre os frequentadores para ver quem acertava o bicho que estava escondido na gaiola. Uma parte do dinheiro que era arrecadado servia para que o barão adquirisse mais animais para o zoológico. A outra parte se destinava ao apostador sortudo.

O parque abrigava bichos da fauna brasileira, como macacos e jacarés, além de animais de outros continentes, como leões e elefantes.

Depois da morte do barão de Drummond, seu sobrinho Carlos Druumond Franklin assumiu a direção do zoo.

O jardim zoológico deixou de funcionar no local na década de 1940.


Jogo do Bicho


Após o término do regime imperial, em 15 de novembro de 1889, o jardim zoológico de Vila Isabel perdeu a preciosa ajuda financeira que vinha recebendo do imperador D. Pedro II, que era amigo de João Batista Viana Drummond.Para sobrevivência do parque, a direção do zoo idealizou um jogo para mantê-lo funcionando. Os animais eram representados por números e cada ingresso do parque dava direito a um bilhete que fazia cada frequentador do zoológico concorrer a prêmios.O jogo se popularizou bastante à época e ficou bastante conhecido, logo recebendo o nome de “jogo do bicho”, que hoje no Brasil é considerado contravenção.


 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco