Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
Ademar Ferreira da Silva - Um Salto Para a Glória

Ademar Ferreira da Silva. Bi-campeão olímpico no salto triplo e um dos maiores nomes da história do desporto nacional em todos os tempos. Para se ter uma ideia das proezas alcançadas em sua brilhante carreira, basta dizer que foram precisos quase 50 anos para que outros atletas brasileiros conquistassem também duas vezes o ouro em jogos olímpicos. Ademar foi campeão nos jogos de Helsique, capital da Finlândia, em 1952, e em Melbourne, Austrália, em 1956. O feito só foi igualado em 2004 por Maurício e Giovane, craques do vôlei, e Robert Scheidt, Marcelo Ferreira e Torben Grael, estrelas do iatismo.

Ademar nasceu na cidade de São Paulo, em 1927, e pelo clube homônimo da capital paulista competiu de 1947 a 1955, quando se transferiu para o Vasco da Gama. O atleta foi campeão olímpico defendendo as duas agremiações.

Em 1952 Ademar conquistou o ouro no salto triplo batendo quatro vezes o recorde mundial, até então de 16m. Ele saltou 16,05 m, 16,09 m, 16,12 m e 16,22 m. Nos jogos olímpicos seguintes ele venceu novamente atingindo a marca de 16,36 metros.

Além dessas memoráveis vitórias olímpicas a carreira desse ícone do atletismo nacional foi recheada de outras expressivas e importantes conquistas. Ele venceu cinco vezes o campeonato sul-americano e três vezes tornou-se campeão pan-americano. Foi ainda dez vezes vencedor do campeonato brasileiro. Ademar Ferreira da Silva encerrou sua vitoriosa carreira em 1960 e faleceu em 2001, porém seu nome está gravado em ouro na memória dos amantes do desporto brasileiro.

 

 

 

 
 
« veja matérias sobre o Rio de Janeiro, Esportes, Turismo, Saúde entre outros temas.
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco